18 de dez. de 2020

Miketz


Nossa Parashá é chamada de Miketz que quer dizer "no limite final"

Rabino Gloiber 

Diz o Zohar que nossa Parashá começa com essas palavras nos ensinando que Hashem (D'us) colocou um limite final para toda e qualquer coisa ruim, seja ela a maior coisa ruim que é o nosso exílio entre os povos do mundo e tem como limite final nossa Gueulá (nossa redenção final), ou seja ela um pequeno probleminha pessoal. Sendo que Hashem é a essência do bem e a natureza do bem é fazer o bem, cada coisa ruim tem obrigatoriamente o seu limite final 

Diferente das idolatrias do mundo incluindo as do nosso país que acreditam em inferno eterno, deus do bem e deus do mal, nós tivemos o mérito de não viver a fantasia das idolatrias mas viver a realidade de que D'us é a essência do bem e a natureza do bem é fazer o bem para todos

E por trás da nossa Parashá estão os segredos de como isso funciona na nossa vida pessoal, no nosso microcosmo, e nesse mesmo raciocínio conseguiremos entender também como isso funciona em relação ao mundo de maneira geral, como isso funciona no macrocosmo
Yossef ficou dez anos na cadeia no Egito. Diz o Midrash que isso foi decretado para ele lá de cima porque ele fazia intrigas entre seu pai e dez dos seus onze irmãos, dizendo para o seu pai que seus irmãos comiam parte de animais vivos e tinham "casos" com mulheres de Canaã
Para cada irmão que ele prejudicou foi decretado um ano de sofrimento na cadeia no Egito como retificação, e por isso ele ficou os dez primeiros anos na cadeia
Mais dois anos foram decretados para ele porque ele teve plena fé no "ministro das bebidas" do faraó que prometeu interceder pela sua liberdade, e por isso o "ministro das bebidas" esqueceu totalmente dele e ele ficou mais dois anos na prisão
Quando terminou o decreto do Tribunal Divino contra ele, em um instante tudo se mudou de um extremo ao outro. Ele se tornou o vice rei do Egito, que no caso dele mandava mais do que o próprio faraó e se casou com a sua alma gêmea Osnat, a filha adotiva de Potifar que era nada mais nada menos do que sua própria sobrinha, a filha de Diná, que tinha chegado ao Egito de maneira semelhante à dele. 

Aprendemos daqui que, sendo que Hashem é a essência do bem, as coisas ruins não só que tem limite mas também só podem existir se tiverem algum motivo que justifique a sua existência.

Um motivo é a retificação pelas coisas erradas que fizemos como vimos no caso de Yossef. Diz o Ari Zal que os irmãos de Yossef também receberam um castigo pelo que fizeram para ele, mas em uma reencarnação posterior.

Outro motivo de as coisas ruins acontecerem é para nos fazer subir espiritualmente como aconteceu para Yossef que ficou mais dois anos na cadeia despertando e fortalecendo a consciência de que não devemos confiar em ninguém a não ser em Hashem, e o fato de o ministro das bebidas ter se lembrado dele depois de dois anos foi somente porque Hashem fez com que ele se lembrasse, e assim funciona tudo nesse mundo.

Mas porque Yossef teve que passar por toda essa retificação em vida, tudo de uma vez, e não teve o prazo de poder retificar isso por meio de muitas pequenas prestações em outra reencarnação como aconteceu para os seus irmãos? 
Porque Yossef estava predestinado a ser a revelação da Sefirá chamada de "Yessod" nesse mundo, a Sefirá que repassa para nós a abundância do mundo espiritual que aqui se materializa, e essa mensagem Divina ele já tinha recebido por meio dos seus sonhos proféticos quando ainda estava em um nível espiritual que não justificava com que isso acontecesse que era aquela época em que ele ainda estava fazendo intrigas entre seu pai e seus irmãos
Mas para acontecer na prática de ele ser a revelação do "Yessod de Atzilut" nesse mundo, ele tinha que se refinar, ele tinha que sofrer para retificar o que ele fez de mal para os seus irmãos 
E assim, se refinando e subindo espiritualmente por meio desses sofrimentos ele conseguiu alcançar muitos níveis de fé em Hashem que ainda não tinha alcançado
Dessa forma ele conseguiu chegar ao nível de "Yessod de Atzilut" nesse mundo, e por isso ele teve que sofrer e não pôde extender esses sofrimentos para pagá-los em pequenas prestações durante uma reencarnação posterior
Mas quando chegou o limite final do decreto Divino eles terminaram obrigatoriamente e imediatamente e tudo se transformou de um extremo ao outro de imediato. Ele saiu da prisão e se tornou o vice rei que mandava mais do que o próprio rei, casou-se com a sua"alma gêmea" e teve dois filhos que deram origem à duas novas tribos no nosso povo, Efraim e Menashe, chegando à um nível que nenhum dos seus irmãos conseguiu chegar.

🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼🌼

 Porque Yossef pressionou seus irmãos para fazerem Teshuvá? (voltarem ao bom caminho)
Nossa Parashá nos conta sobre os sonhos do faraó. No começo o faraó sonhou com vacas e depois com espigas de trigo. Seu primeiro sonho foi nível "animal" e o segundo já baixou para nível "vegetal"

Os sonhos de Yossef foram em uma ordem exatamente contrária à essa. No começo ele sonhou com feixes de trigo, um cereal que cresce na terra, depois ele sonhou com o Sol, a Lua e as estrelas no céu, demonstrando uma subida de nível terra para nível céu

Enquanto os sonhos do faraó demonstravam uma descida do animal para o vegetal os sonhos de Yossef demonstravam uma subida da terra para o céu, nos mostrando que o Tzadik, ou seja, a pessoa que cumpre os mandamentos Divinos, nunca consegue ficar parado em uma etapa só, mas está sempre subindo espiritualmente 
O mesmo acontece com o rashá, a pessoa ruim. Ele também não consegue ficar parado em uma etapa só, mas está sempre descendo espiritualmente 
Yossef viu nos seus sonhos proféticos que no começo seus irmãos foram representados por feixes de trigo se prostrando na frente dele, trigo da terra. Depois chegaram ao nível de serem representados como estrelas do céu, demonstrando que a subida deles desde espigas vegetais até se tornarem estrelas no céu estava ligada ao fato de eles terem a necessidade de se prostar na frente dele
A primeira vez que seus irmãos se prostaram na sua frente é representada no seu sonho por espigas de trigo e aconteceu quando eles vieram ao Egito para comprar trigo sem as esposas.
A segunda vez, representada pelo Sol a Lua e as estrelas, aconteceu quando eles se mudaram para o Egito acompanhados de suas esposas que são representadas pela lua
E sendo que não dá para subir do nível terra para o nível céu sem fazer Teshuvá primeiro, e ele tinha visto no seu sonho que nos dois casos eles estavam se prostrando na frente dele, entendeu que deve usar essa autoridade para fazer com que eles façam Teshuvá e subam do nível terra para o nível céu onde ele já se encontrava antes de eles chegarem ao Egito

Sendo assim, quando ele viu seus irmãos prostrados na sua frente para comprar trigo, entendeu que esse processo de Teshuvá já começou e por isso os colocou em uma situação complicada para que eles despertassem para fazer Teshuvá

E viu que estava dando certo quando ouviu os irmãos comentando entre si que toda essa situação complicada está acontecendo para eles porque no passado eles venderam Yossef como escravo

Teshuvá é assumirmos que não vamos fazer novamente a coisa ruim e nos conscientizarmos de que as coisas ruins que fizemos foram um mau negócio

Na Parashá da próxima semana, quando Yossef vê que seu irmão Yehudá que o vendeu como escravo está disposto a ficar escravo no Egito no lugar de Benyamin, entende que eles fizeram essa Teshuvá básica e se revela para eles como um irmão piedoso, o irmão que eles jamais tinham conhecido dessa forma. Ele subiu da terra para céu e no mérito dele eles subiram também!
🌴🌴🌴🌴🌴🌴🌴🌴🌴🌴
Vacas lindas e vacas horríveis
Nossa Parashá nos conta sobre os sonhos do faraó, e depois a Parashá nos conta o jeito que o faraó contou esses sonhos para Yossef
No sonho original haviam vacas bonitas e vacas feias, mas quando ele contou o sonho para Yossef acrescentou somente em relação às vacas feias, disse que nunca tinha visto vacas horríveis assim em toda a terra do Egito
Mas em relação às vacas lindas, mesmo que ele nunca tinha visto vacas lindas assim em toda a terra do Egito, ele não acrescentou nada mas somente relatou palavra por palavra o que ele viu no seu sonho
Diz o Rav Moshe Weber, um grande Tzadik que viveu em Yerushaláim (Jerusalém) na época em que eu estudava lá, que quando o faraó falou sobre as vacas feias ele se entusiasmou

E qual foi o motivo que ele acrescentou em relação às vacas feias?

Simples: As pessoas ruins gostam de falar sobre as coisas ruins

E por isso quando ele relatou sobre as vacas lindas ele fez isso somente por obrigação de relatar o sonho para Yossef para que ele possa interpretá-lo

Mas quando falou sobre as vacas feias ele se identificou com o assunto, se entusiasmou e se envolveu a ponto de acrescentar sua opinião pessoal. Nesse assunto ele se sentiu em casa
Aprendemos daqui que nunca devemos nos envolver e nos entusiasmar com as coisas ruins mas sempre devemos nos envolver e nos entusiasmar somente com as coisas boas

Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Coisas Judaicas se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e amigos. Você pode apoiar o Coisas Judaicas via PayPal ou na Vaquinha virtual . 
Veja como: 


SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não do Blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.Não publicamos comentários anônimos. Coloque teu URL que divulgamos