16 de dez. de 2020

Israel abre espaço para que judeus sem cidadania possam prestar o Serviço Nacional

Israel abre espaço para que judeus sem cidadania possam prestar o Serviço Nacional

A novidade chega no esteio dos novos regulamentos aprovados na segunda-feira (14) pelo Comitê de Trabalho, Bem-estar e Saúde do Knesset (parlamento em Israel).

Em um gesto inédito e histórico, Israel decidiu que judeus sem cidadania israelense poderão prestar o Serviço Nacional (Sherut Leumi - um serviço nacional alternativo e voluntário para aqueles que não podem ou não desejam servir nas Forças de Defesa de Israel).

Com a medida, qualquer judeu que seja elegível para a Aliá (processo em que judeus nascidos em qualquer lugar do mundo imigram para Israel para exercerem o direito à cidadania israelense), com base na Lei do Retorno, ou que esteja participando de qualquer programa relacionado ao fortalecimento da identidade israelense, tem a opção de servir, escreve o The Jerusalem Post.

Reuven Pinsky, diretor do Serviço Cívico Nacional, enfatizou que o objetivo de levar adiante essas mudanças é "encorajar e estreitar nossa conexão com as comunidades judaicas da Diáspora".

Permitir que israelenses em programas de identidade judaica ocupassem essas posições "abre todo um novo círculo de voluntários", disse ele. Anteriormente, apenas aqueles com cidadania israelense podiam se candidatar a cargos no Serviço Nacional.

Os novos regulamentos também incluem garantir um espaço de moradia para os voluntários, ajudando-os a combinar seu serviço com outros trabalhos e estudos acadêmicos.

Esses regulamentos foram discutidos em uma conversa maior sobre o apoio extra de que alguns grupos da população precisam para concluir seu serviço. Isso inclui voluntários "estrangeiros", indivíduos que fizeram a Aliá sem seus familiares imediatos, além de jovens em situação de risco.



Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Coisas Judaicas se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e amigos. Você pode apoiar o Coisas Judaicas via PayPal ou na Vaquinha virtual . 
Veja como: 


SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não do Blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.Não publicamos comentários anônimos. Coloque teu URL que divulgamos