5 de nov. de 2020

Eloah – agente do mossad

“Eloah – agente do mossad” – um drama de bravura, caça e vingança por ações ocasionadas durante o holocausto

Eloah – agente do mossad

Um thriller permeado de injustiça e vingança traz a força e garra de uma jovem, que lutou contra um médico que usava pessoas como cobaias nos centros de concentração alemã, aonde ela ajudou a salvar muitos judeus israelenses procurados por nazistas com o Holocausto.

Uma trama com ação, alguns elementos de ficção científica e terror, no novo livro do autor Cosme Aristides, “Eloah – Agente do Mossad”, que conta com ilustrações de May Santos.

A trama apresenta e explora uma política pouco conhecida, com foco na perseguição do médico nazista Josef Mengele por agentes de elite do Mossad, o serviço secreto de Israel, mas que ganha uma adversária que torna quase uma lenda diante seu desempenho nos campos de concentração alemães, a jovem Eloah, que por sua agilidade, resistência e furtividade sem parâmetros humanos, tinha forças subumanas para entrar e sair ilesa de qualquer combate e confronto que adentrasse, podendo assumir diferentes personalidades com distintos estilos de ação.

Eloah – agente do mossad

Um enredo que visa mostrar contradições irrestrita governamentais que Israel promoveu em busca dos nazistas que assolaram seu povo dentro do país, trazendo para a literatura de maneira sutil, mas precisa quão tenso foi as projeções orquestrada naquela época, compromentendo por si até a legalidade de transgressões e dores ocasionadas pelo nazismo difundido no Holocausto, prosperando o futuro do povo judeu.

Eloah – agente do mossad

O livro não é uma apologia ao Mossad ou à toda política externa israelense. A intensão central do romance é justamente contar como vozes contraditórias debateram o assunto dentro do país na década de 80. Tento traçar uma linha de tensão entre duas perceptivas diametralmente opostas na política interna israelense da época: se Israel deveria ou não se comprometer numa busca, até além da legalidade, à desejada reparação histórica pelo Holocausto“, comenta o autor em suas redes sociais.

A obra encontra-se disponível no financiamento coletivo, onde pode-se ir um pouco mais sobre a trama e o objetivo central da história, que traz subsídios ficcional que irão envolver e trazer o leitor a conhecer um pouco desta narrativa de justiça e represália, em busca de paz e obstinação.



Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Coisas Judaicas se financia por meio da sua própria comunidade de leitores e amigos. Você pode apoiar o Coisas Judaicas via PayPal ou na Vaquinha virtual . 
Veja como: 

Vaquinha Virtual: Vaquinha Virtual

SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 coment rios:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não do Blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.Não publicamos comentários anônimos. Coloque teu URL que divulgamos