Hadar Goldin (L) e Oron Shaul (R)
Hadar Goldin  e Oron Shaul  - Coisas Judaicas

     A organização terrorista Hamas anunciou que o Egito está trabalhando para intermediar um acordo entre ele e Israel nas próximas duas semanas.


Fontes árabes disseram ao News 13 que a organização terrorista está exigindo equipamentos médicos para ajudar a controlar o surto de coronavírus.

Segundo o relatório, as demandas do Hamas incluem ventiladores, além da libertação de presos e um acordo que será concluído em etapas.

As fontes também disseram que Israel recusou um acordo implementado em etapas e se recusa a libertar os condenados por crimes graves.

Na manhã de sábado, o libanês Al Akhbar informou que uma delegação de segurança egípcia visitou recentemente tanto Israel quanto Gaza várias vezes, a fim de promover uma troca de prisioneiros entre Israel e o Hamas.

De acordo com esse relatório, os egípcios disseram ao Hamas que "o Egito está determinado a chegar a um acordo, depois que o primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, solicitou que o presidente egípcio al-Sisi trabalhasse nesta questão".
O Hamas está segurando os corpos dos soldados das FDI Hadar Goldin e Oron Shaul desde a Operação Borda Protetora de 2014.

Além disso, acredita-se que dois civis israelenses desaparecidos em Gaza - Avera Mengistu e Hisham al-Sayed - também estejam detidos pelo Hamas.



Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.