Gantz pretende aprovar 5.000 novas casas  na Cisjordânia     Gantz disse procurar construir relacionamento com colonos, privados de direitos após a suspensão dos planos de soberania


O Ministro da Defesa de Israel e Primeiro Ministro Suplente, Benny Gantz, está tentando aprovar a construção de cerca de 5.000 novas unidades habitacionais em assentamentos na Cisjordânia, informou Canal 12 de Israel no  domingo.
De acordo com o relatório, que não citou nenhuma fonte, Gantz quer que o painel da Administração Civil que aprova os planos de construção seja convocado esta semana.
Para este fim, ele enviou uma carta ao primeiro-ministro Benjamin Netanyahu com um pedido para montar o comitê.
De acordo com o relatório, o enorme projeto poderia se expandir além dos principais aglomerados de assentamentos e seguir uma pausa de meio ano no desenvolvimento dos assentamentos.
De acordo com comentaristas nos meios de comunicação israelenses, a manobra é vista como um esforço para construir relacionamento com os líderes dos assentamentos, que ficaram privados de seus direitos devido à falta de progresso nos planos de Israel de aplicar sua soberania às áreas da Cisjordânia.
A medida, que se baseou no plano de paz revelado pelo presidente dos EUA, Donald Trump, no início deste ano , foi suspensa como parte de um acordo para normalizar os laços entre Israel e os Emirados Árabes Unidos.
Netanyahu ressaltou, no entanto, que a suspensão é apenas temporária .



Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.