ARQUIVO - O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, recebe o presidente do Chade, Idriss Deby Itno, na residência do primeiro-ministro em Jerusalém, em 25 de novembro de 2018.Mas as autoridades israelenses não confirmam que tal promessa foi feita, diz o relatório

Um alto funcionário chadiano disse ao ministro da Inteligência israelense, Eli Cohen, que seu país abrirá uma missão diplomática em Jerusalém dentro de um ano, informou a agência de língua hebraica N12 na terça-feira.
No entanto, as autoridades israelenses não confirmaram o relatório do N12 , de acordo com o The Times of Israel , observando apenas que o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu se encontrou com o filho do presidente do Chade, Idriss Déby, Abdelkarim Déby.
Déby, vice-diretor do gabinete civil do Chade, chegou na terça-feira com uma delegação a Israel para promover os laços entre os estados.
Durante o encontro com o ministro Cohen, ficou acordado que uma delegação israelense visitará a nação africana de maioria muçulmana em um futuro próximo, a fim de aprofundar a cooperação econômica entre os países em geral e avançar em projetos agrícolas e hídricos em particular.
De acordo com o N12 , as negociações diplomáticas também invocaram desafios de segurança que o Chade está enfrentando com milícias xiitas em suas fronteiras.
“O estreitamento das relações entre Israel e o Chade é um interesse mútuo de ambos os estados, tanto em questões de segurança quanto econômicas”, concluiu Cohen após a reunião.



Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.