6 de ago. de 2020

Vai casar? Faça sua lua de mel em Israel

Dicas para lua de mel em Israel      Muito se ouve falar em Israel, turismo religioso, mar curioso e tensões, mas o país oferece muito além, sendo um destino muito interessante a ser considerado pelos newlyweds em busca de um destino diferente para a sua lua de mel.

Ir para Israel não é exatamente uma viagem simples, dado seu histórico. Dependendo da companhia aérea escolhida, é preciso chegar com uma certa antecedência para responder a um verdadeiro inquérito exigido dos passageiros.
Israel é um país pequeno e atravessá-lo leva poucas horas. Tel Aviv é a cidade mais cosmopolita com opções de restaurantes, shoppings e night clubs. Não menos importante, Jerusalém e o Mar Morto são must go para quem opta em ir até Israel.
Semanalmente, de sexta-feira ao pôr do sol até sábado ao pôr do sol ocorre o Shabbat, momento sagrado para os judeus. Sendo assim, o país para por diversas restrições impostas pela religião. Embora os restaurantes abram normalmente, evite programas mais elaborados na sexta feira à noite. Outra ponto para prestar atenção são os feriados nacionais, no dia do Memorial, um tributo a todos que morreram em batalha, nada, absolutamente nada funciona a partir da tarde, nem mesmo os restaurantes dos hotéis, o que pode ser bem complicado para um turista.
TEL AVIV
Balneário dos franceses, principalmente do francês judeu, com voos diretos de 5 horas e um clima bem diferente, é destino certo nos meses de primavera, melhor época já que no verão é quente demais.
Onde ficar:  
O que fazer:
Gordon Beach
Boulevard Rotfield – bares e restaurantes
Bairro Neve Tzedek, na Rua Shabazi – comprinhas
Onde comer:
Tamara
Miznon
Benedict
Dallal
Messa
Itzik Hagadol
MAR MORTO
Para aproveitar alguns dias de relax, o Mar Morto é o local perfeito. Você pode ter acesso ao Mar Morto tanto pelo lado de Israel como da Jordânia. Os hotéis do lado da Jordânia são melhores que o lado de Israel. Lembre-se que as fronteiras não são amigas, então planeje bem a sua viagem para você não ter que atravessar a mesma e depois voltar para Israel.
O mar é dividido em áreas: onde é proibido nadar, áreas públicas ou áreas privadas dos hotéis. Nossa dica é escolher seu local de banho pela cor do mar, algumas áreas são mais cristalinas e com areia mais clara. Não se esqueça de comprar a lama para usar antes de entrar no mar, você encontra em qualquer lojinha de hotel ou centrinho, faz parte do ritual, e depois é só boiar. Não se deve ficar muito tempo dentro da água e nem molhar a cabeça.
JERUSALÉM
Há apenas 1 hora de carro de Tel Aviv, a cidade de Jerusalém surpreende os turistas com a sua modernidade e vivacidade, uma cidade adorável, composta do lado novo e do lado antigo.
Onde ficar:  
King David Jerusalem
Waldorf Astoria Jerusalem
Mamila Hotel
O que fazer:
Museu do Holocausto
Conhecer a cidade antiga – se possível, pegue dois guias, um palestino e o outro israelita. Você irá conhecer a história por um outro ponto de vista.
Muro das Lamentações – mulheres de um lado e os homens do outro em coro – judeus, critãos, diversas nacionalidades
Souka, mercado tradicional, com especiarias, talismãs, decor…
Para os religiosos, os passeios são inúmeros, todos regados de muita emoção. A energia de Jerusalém é incrível, mesmo para os menos religiosos.



Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.



SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não do Blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.Não publicamos comentários anônimos. Coloque teu URL que divulgamos