23 de ago. de 2020

Polícia de Israel prende 7 suspeitos por suposto estupro por gangue de Eilat de menina de 16 anos

Vista da cidade de Eilat, no sul de Israel, em 29 de julho de 2019.
Vista da cidade de Eilat, no sul de Israel

     A polícia avalia que mais de 10 pessoas provavelmente participaram de agressão violenta contra adolescente embriagada


A Polícia de Israel revelou no domingo que prendeu mais sete suspeitos - todos eles menores - em conexão com o suposto estupro coletivo de uma garota de 16 anos na cidade mais ao sul de Israel, Eilat .
A polícia revelou que estava buscando uma prorrogação da prisão preventiva de mais dois menores presos no sábado e um adulto do sexo masculino detido na semana passada.
"As duas primeiras detenções foram de homens na casa dos 20 anos do norte de Israel. Os dois menores detidos desde sábado têm 17 anos e são residentes do sul de Israel, de acordo com relatos da mídia hebraica" e citados no The Times of Israel (TOI) .
A mídia hebraica também informou que o gerente do Red Sea Hotel - onde o suposto ataque teria ocorrido - foi levado para interrogatório policial por suspeita de não ter relatado um crime e interferido em uma investigação policial. Os primeiros relatos de seu depoimento aos repórteres na semana passada foram de que, embora a suposta vítima estivesse hospedada no hotel, o ataque não ocorreu lá.
O jornal israelense Kan  afirmou que a polícia avalia que um jovem de 17 anos preso no sábado - que nega qualquer conexão com os acontecimentos - foi, de fato, um dos possíveis chefes do suposto ataque.
caso enviou ondas de repulsa por toda a sociedade israelense, com todos, desde o presidente Reuven Rivlin abaixo , condenando o comportamento dos perpetradores. Milhares de pessoas entraram em greve a partir das 12 horas de domingo para protestar não apenas contra esse ataque, mas também contra a violência sexual contra as mulheres em geral.



Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.



SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não do Blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.Não publicamos comentários anônimos. Coloque teu URL que divulgamos