Atualizando
Abrindo...
Menu

5 de jun. de 2020

A Bênção dos Cohanim

     No Templo Sagrado, os cohanim pronunciavam o nome de D'us em cada versículo da bênção da maneira como é escrito o Nome, por extenso: Yud, Hê, Vav, Hê. Isto é proibido fora do Templo Sagrado.
Atualmente, em Israel ou numa sinagoga sefaradita fora de Israel, podemos ouvir a bênção dos cohanim todos os dias. Entretanto, numa sinagoga askenazita fora de Israel, a bênção dos cohanim é recitada somente em datas especiais como Pêssach, Shavuot, Sucot, Rosh Hashaná e Yom Kipur.
Quando o chazan (cantor litúrgico) termina a bênção de "Modim" na prece mussaf, ele proclama: "Cohanim!" Todos os cohanim presentes se dirigem à frente da sinagoga.
O chazan é o primeiro que pronuncia cada palavra da bênção que inclui três versículos vagarosamente. Os cohanim a repetem:
“Que D'us te abençoe e te guarde!
Que a face de D'us brilhe sobre ti e que Ele faça que encontre graça (a Seus olhos)!
Que D'us erga Sua face para ti e te dê a paz!”
A Torá descreve na Parashá de Nassô que D'us fala a Moshê que ordene aos cohanim: "Assim abençoarão os filhos de Israel..."
De que forma? De pé.e de mãos erguidas em direção ao céu.
Por que os cohanim também estendem os dedos? Quando os judeus souberam que os cohanim os abençoariam, protestaram. "Mestre do Universo," disseram, "por que Tu nos abençoas através de terceiros? Desejamos que Tu nos abençoe diretamente!" D'us replicou: "Apesar de ter ordenado aos cohanim que os abençoe, Eu também estarei presente." Por este motivo, ao recitar estas bênçãos, os cohanim deixam espaços entre os dedos que indicam que o Todo Poderoso, Ele próprio está presente “atrás de nós."
No Templo Sagrado, a Shechiná encontrava-se atrás dos ombros dos cohanim, e irradiava através das aberturas entre seus dedos. As pessoas estavam proibidas de olhar para a Shechiná, Presença Divina, durante a recitação da bênção sacerdotal. O costume atual é de não olhar para os cohanim durante a bênção dos cohanim.
Ao recitar a bênção, os cohanim ficam de frente para a congregação, pronunciam as palavras em Hebraico e antes dela fazem uma berachá: "Bendito és Tu, D'us, nosso D'us, Rei do Universo, Que nos santificou com a santidade de Aharon e nos ordenou abençoar Seu povo de Israel com amor."
Os cohanim, descendentes de Aharon, receberam a honra de conceder a bênção da paz pelo mérito de Aharon, que amava a paz e trazia paz onde quer que percebesse discórdia e obtinha sucesso.
D'us introduziu a bênção dos cohanim com a expressão "Assim", aludindo ao patriarca Avraham, a quem Ele abençoou: "Assim será tua semente." (Bereshit 15:5)
D’us falou a Avraham: "Avraham, que bênção posso te dar? Que você seja um tsadic perfeito? Você o é. Você foi lançado à fornalha ardente para santificar Meu Nome; abriu uma pousada para acomodar viajantes e trazê-los parar sob as asas da Shechiná; e disseminou Meu Nome pelo mundo inteiro.
Que sua esposa seja uma tsadeket? Ela já o é.
Que os membros de sua casa sejam tsadikim? Eles já o são.
Tenho apenas uma bênção para você: 'Assim será sua semente' - que sua semente seja exatamente como você!"



Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.



SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não do Blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.Não publicamos comentários anônimos. Coloque teu URL que divulgamos