27/05/2020

Judeus ortodoxos são presos por celebrar casamento em quarentena na Argentina

     
Judeus ortodoxos são presos por celebrar casamento em quarentena na Argentina
Membros de comunidade judaica usam máscaras ao caminharem em Buens Aires,
 na Argentina, em foto de 20 de maio — Foto: Reuters/Agustin Marcarian

Noivos, padrinhos e rabino foram detidos, segundo promotor, que investiga se outros dois casamentos com 150 convidados também foram realizados, violando quarentena. Comunidade judaica argentina é a maior da América Latina.


Oito pessoas foram detidas enquanto se preparavam para celebrar um casamento judeu ortodoxo em Buenos Aires, informou nesta terça-feira (26) o promotor encarregado que investiga se houve outros dois casamentos com cerca de 150 convidados, violando a quarentena imposta devido ao coronavírus. 

"Oito pessoas foram presas em flagrante na segunda-feira em uma cerimônia religiosa. O casal de noivos, os padrinhos e o rabino que realizava a cerimônia", afirmou o procurador-geral da cidade, Juan Bautista Mahiques, ao canal A24. 

O promotor acrescentou que "estão em investigação outra festa no dia anterior e outra na quarta-feira passada, no mesmo local". 

A comunidade judaica da Argentina é a maior da América Latina, com cerca de 300 mil membros, sendo a grande maioria secular ou religiosa não-ortodoxa.



Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.



Americanas BR

Compartilhe

Author:

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico.

0 comentários: