31/03/2020

Portugal homenageia vítimas da Inquisição

Portugal homenageia vítimas da Inquisição      O Parlamento de Portugal consagrou oficialmente a data de 31 de março como “Dia da Memória das Vítimas da Inquisição”.  

A iniciativa visa honrar a memória das vítimas e apelar à tolerância positiva e ao convívio pacífico. 

A data corresponde ao dia em que foi extinta a Inquisição pelas Cortes Gerais, Extraordinárias e Constituintes, a 31 de março de 1821.
Os judeus começaram a ser expulsos do país em 1497, com massacres subsequentes, culminando em 1536, quando dezenas de milhares de pessoas foram forçadas a fugir ou se converter ao cristianismo. Medidas semelhantes haviam sido promulgadas na Espanha alguns anos antes.
A Inquisição vigorou em Portugal de 1546, no reinado de D. João III, até 31 de março de 1821. Ao longo de 275 anos, a Inquisição abriu cerca de 45 mil processos contra judeus, homossexuais e pessoas acusadas de heresia e bruxaria. A maioria dos autos de fé era realizada em frente ao Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa.



Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.





Compartilhe

Author:

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico.

0 comentários: