12 de mar. de 2020

Alta cúpula do Hezbollah infectados com coronavírus

     Acredita-se que membros do grupo terrorista tenham contraído vírus depois de se reunir com oficiais militares iranianos; Nasrallah disse estar isolado, embora não esteja claro se a doença contraída.
Vários membros da organização terrorista libanesa Hezbollah teriam sido isolados sob suspeita de estarem infectados com o novo coronavírus, informou o canal de notícias Al Arabiya, sediado na Arábia Saudita, nesta quarta-feira.
Os membros do Hezbollah foram infectados com o patógeno altamente contagioso durante uma reunião em Beirute na semana passada, depois de entrar em contato com oficiais militares iranianos, alguns dos quais mais tarde deram positivo para o vírus.
 O secretário-geral do Hezbollah, Hassan Nasrallah, também está isolado como medida de precaução, apesar de relatos conflitantes sugerirem que sua condição permanece incerta. 
Al Arabiya também observou que o Hezbollah tomou medidas de emergência em áreas onde a organização opera, incluindo Beirute e sul do Líbano, para rastrear os suspeitos de estarem infectados com o coronavírus. 
O Hezbollah também montou campos de isolamento em áreas fora da capital de Beirute, lar de militantes iranianos que trabalham com o grupo terrorista. 
O Líbano está no meio de uma crise econômica em curso e de uma série de protestos populares contra o governo contra os escalões políticos do país. 
Os protestos ocorrem desde meados de outubro, quando as pessoas se levantam contra um novo imposto sobre o uso de programas de comunicação na Internet como o WhatsApp. Os protestos aumentaram para expressar profunda insatisfação com a má administração econômica, corrupção e sectarismo.
Sob pressão implacável, o primeiro-ministro Saad al-Hariri renunciou em 29 de outubro, mas os manifestantes prometeram não sair das ruas até que haja um governo de especialistas e não de políticos que representam apenas os muitos grupos étnicos e religiosos do país.
O Hezbollah, fortemente armado e apoiado pelo Irã, é uma das principais potências do Líbano e apóia o atual primeiro-ministro Hassan Diab, que assumiu o cargo em janeiro de 2020.
O Líbano confirmou que 61 de seus cidadãos testaram positivo para o vírus, oficialmente chamado COVID-19.
O país relatou sua primeira morte como resultado do coronavírus na terça-feira, depois que um homem que havia retornado recentemente do Egito morreu e um segundo paciente morreu na quarta-feira.

Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.





SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não do Blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.Não publicamos comentários anônimos. Coloque teu URL que divulgamos