-->
Enquete: Casa Judaica lidera nova direita, azul e branco lidera Likud

Enquete: Casa Judaica lidera nova direita, azul e branco lidera Likud

Enquete: Casa Judaica lidera nova direita, azul e branco lidera Likud
     Como a formação de uma ampla união de direita afetaria o equilíbrio de poder no Knesset? Poderia uma aliança trabalhista-Meretz impulsionar a esquerda?


Uma nova enquete mostra que a aliança Casa Judaica - Otzma Yehudit está ganhando força, ultrapassando a Nova Direita e limpando facilmente o limiar eleitoral.
De acordo com a pesquisa, realizada por Maagar Mohot e publicada por Israel Hayom na sexta-feira, se novas eleições fossem realizadas hoje sem novas alianças entre facções da esquerda ou da direita, o bloco de direita cairia levemente, passando de 55 para 54 , enquanto o bloco árabe de esquerda passaria de 57 assentos para 59. Yisrael Beytenu, que pediu um governo de unidade, passaria de oito para sete.
O partido Azul e Branco continuaria sendo a maior facção do Knesset, com 34 assentos, um ganho de um comparado às eleições de setembro, enquanto o Likud passaria de 32 para 30.
O partido predominantemente árabe da Lista Conjunta alcançaria uma nova alta de 15 cadeiras, em comparação com 13 nas eleições de setembro de 2019 e 2015.
Shas, que conquistou nove cadeiras em setembro, cairia para sete cadeiras se novas eleições fossem realizadas hoje, enquanto o partido Judaísmo da Torá Unida aumentaria de sete para oito.
A aliança trabalhista-Gesher cairia de seis assentos para cinco, enquanto a extrema-esquerda União Democrática se manteria firme em cinco assentos.
Prevê-se que o partido da Nova Direita ganhe quatro assentos se for executado sozinho, um ganho de um comparado aos três que ganhou em setembro como uma facção na lista maior do Yamina.
O ingresso conjunto do Lar Judaico - Otzma Yehudit, no entanto, conquistaria cinco cadeiras - mesmo sem a facção da União Nacional. Se o partido da União Nacional concorrer sozinho, receberá apenas 1% dos votos - bem abaixo do limite mínimo de 3,25% necessário para entrar no Knesset.
Cenário 1: Nenhuma nova aliança
A pesquisa também projetou que, se os partidos à esquerda de Azul e Branco - Labour-Gesher e União Democrática - formarem uma aliança, isso realmente enfraqueceria o bloco árabe de esquerda, que teria 57 assentos, em vez de 59 se o dois partidos de esquerda permaneceram separados.
Nesse cenário, a direita aumentaria para 56 assentos, enquanto Yisrael Beytenu ganharia sete assentos.
O partido Azul e Branco ganharia 33 cadeiras - o mesmo número atualmente, mas um a menos do que ganharia se o Partido Trabalhista e a União Democrática permanecessem separados.
A lista conjunta árabe conquistaria 13 assentos, enquanto a nova lista conjunta de esquerda conquistaria 11 assentos.
Shas e o Judaísmo Unido da Torá receberiam sete assentos cada, enquanto as listas Nova Direita e Lar Judaica - Otzma ganhariam seis assentos cada.
Cenário 2: Aliança de Esquerda
Se todos os quatro partidos de direita menores - a Nova Direita, o Lar Judaico, Otzma Yehudit e a União Nacional - formarem um bilhete único e unido, ganhariam 11 cadeiras, projeta a pesquisa.
O bloco de direita - religioso como um todo conquistaria 55 cadeiras neste cenário, o mesmo número que ganhou em setembro, enquanto o bloco de esquerda - árabe venceria 58, um a mais do que atualmente. Yisrael Beytenu receberia sete cadeiras.
Nesse cenário, o Likud seguia em azul e branco em cinco assentos, de 29 a 34, enquanto a Lista Árabe Comum conquistaria 14 assentos.
Shas voltaria a receber sete cadeiras, enquanto a UTJ venceria oito.
Labor-Gesher e a União Democrática ganhariam cinco cada.
Cenário 3: Aliança de Direita
A pesquisa de Maagar Mohot também pesquisou os participantes sobre como eles votariam se a União Nacional se unisse à aliança Jewish Home - Otzma Yehudit, enquanto a Nova Direita é independente.
Nesse cenário, as duas listas separadas (Nova Direita versus União Judaica-Otzma-Nacional) recebem um total de 13 assentos, mais dois do que se as quatro facções se unissem.
A Nova Direita conquistaria cinco cadeiras, enquanto o ingresso do Lar Judaico - Otzma - União Nacional receberia oito.
O bloco de direita aumentaria para 56 assentos, enquanto o bloco árabe de esquerda ganharia 57 assentos.

Cenário 4: Aliança Parcial de Direita



Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.




0 Comentários "Enquete: Casa Judaica lidera nova direita, azul e branco lidera Likud"

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não do Blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.Não publicamos comentários anônimos. Coloque teu URL que divulgamos

Amazon 1

Obama

Amazon 3

Adnow

loading...

Adnow

loading...