10 de jan. de 2020

Artista holandês relembra 75 anos do fim de Auschwitz

Artista holandês relembra 75 anos do fim de Auschwitz

Daan Roosegaarde aborda antiga tradição judaica para resgatar o impacto da tragédia - em particular na história da Holanda

     
O mar de pedras luminosas da foto acima tem uma simbologia poderosa: a obra, assinada pelo artista holandês Daan Roosegaarde, marca os 75 anos da liberação de Auschwitz, campo de concentração alemão considerado símbolo máximo do Holocausto.
A peça enxerga a tragédia pelos olhos dos judeus holandeses encerrados dentro dos portões do complexo durante o regime nazista. São 104 mil pedras, uma para cada vítima - como lembra Daan, pedras são emblemáticas na cultura judia - elas são comummente postas sobre túmulos, por exemplo, como parte de uma velha tradição do judaísmo.

O monumento (chamado 'Levenslicht', em tradução livre 'Vida na Luz') estará exposto em Roterdã no próximo dia 14, e de lá será espalhada por todos os municípios da Holanda cuja história foi impactada pelo Holocausto.



Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.





SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não do Blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.Não publicamos comentários anônimos. Coloque teu URL que divulgamos