02/12/2019

Pouca esperança de unidade depois das conversas do Likud-Blue e White

   
Pouca esperança de unidade depois das conversas do Likud-Blue e White
 O ministro de Assuntos de Jerusalém, Zeev Elkin, e o ministro de Turismo de Israel, Yariv Levin, do partido Likud (R), presidente do parlamento israelense Yuli Edelstein (C), e Yoram Turbovich, advogado que representa o partido Azul e Branco.

As lacunas permanecem após a reunião-chave, com o negociador do Likud dizendo não ter esperança de evitar a terceira votação
Pouca esperança resta para um governo de unidade, já que Israel está quase pronta para uma terceira eleição em um ano, informou a mídia hebraica no domingo, depois de uma reunião entre o Likud e os partidos Blue e White, intermediados pelo presidente do Parlamento, Yuli Edelstein, ter produzido poucos resultados.
Jerusalem Post citou um membro da equipe do Likud dizendo que, neste momento, não havia esperança de formar um governo de unidade, pois as lacunas permaneciam entre as duas facções. 
Ele disse, no entanto, que as duas equipes concordaram em se reunir novamente em breve para uma nova rodada de negociações. 
A aliança azul e branca divulgou uma mensagem à imprensa, dizendo que a reunião foi realizada em "um bom ambiente, mas ainda existem grandes lacunas entre as partes".
A reunião durou cerca de três horas, com a presença do proeminente membro do Likud e do Orador Edelstein durante a primeira hora. Depois disso, as equipes de negociação foram para uma sala diferente para conversas diretas.
Na mesa estava, como sugerem os relatórios, o plano que levaria o primeiro-ministro interino sitiado Benjamin Netanyahu a manter seu assento pelos próximos meses e depois entregá-lo ao líder de Blue and White, Benny Gantz, que posteriormente passaria para aprovar o no comando de um líder do Likud pelo restante do mandato. 
Antes da reunião de domingo, os membros do Blue e White se certificaram de ficar longe dos protestos em Tel Aviv, instando o premier sitiado a renunciar por suas acusações . 
O presidente do Likud e o primeiro ministro mais antigo de Israel também é o primeiro chefe de estado do país a ser indiciado pelo Procurador-Geral.
Tags: Israel, governo de Israel, Likud, Azul e Branco

Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.





Compartilhe

Author:

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico.

0 comentários: