5.12.19

Por que os israelenses se sentem em casa nesta remota ilha brasileira

Por que os israelenses se sentem em casa nesta remota ilha brasileira
Um casal israelense na Second Beach, em Morro de São Paulo, Brasil.
(crédito da foto: RENATO SANTANA / CORREIO)
MORRO DE SÃO PAULO - O verão está chegando e as praias de tirar o fôlego da costa nordeste do Brasil logo estarão lotadas de turistas de todo o mundo. Muitos deles serão sababas. 

Um derivado de uma gíria israelense que significa "legal", sababas é quantos habitantes dessa pitoresca vila sem carros se referem aos mochileiros israelenses.
"Há uma invasão de israelenses no verão", disse Miguel Kertzman, presidente da federação judaica no estado brasileiro da Bahia.
Kertzman estima que cerca de 5.000 turistas israelenses desembarcarão na capital da Bahia, Salvador, entre dezembro e as férias de Carnaval no final de fevereiro.
"A grande maioria são jovens que acabaram de terminar o exército e precisam descansar e relaxar", disse Kertzman. "Não há lugar melhor que Morro."
Instalado em 1535, Morro de São Paulo - ou São Paulo - é uma das cinco aldeias de Tinharé, uma das 26 ilhas de um arquipélago ao largo da costa atlântica do Brasil. A outrora sonolenta vila de pescadores atraiu hippies e mochileiros na década de 1970 e se tornou um destino moderno na década de 1980, mas ainda hoje a população de Morro é inferior a 4.000.



Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.





SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 coment rios: