16/11/2019

Afirmando o positivo, elevamos o negativo

     
Pode parecer mera retórica mas nāo é. Ao afirmar com convicção o positivo enfraquecemos e elevamos o negativo que conhecemos como sitra acharâ em Chassidut.
A verdade é que a possibilidade de dominar o mau impulso (yetzer hará) torna-se de fato real quando usamos o poder da fala, uma das vestimentas da alma, como também a ação contrária àquilo que pode vir da sitra achará (o "outro lado").
A parashá Shemini nos ensina que há mitzvot proibitivas (lo taasse) determinadas por Hashem ao povo de Israel e que, uma vez cumpridas, traz para baixo a força da luz do Ein Sof que permite assim elevar a kelipá nogá, de onde vem a vitalidade física do corpo e da própria alma animal, segundo nos ensina o Alter Rebe,
A luta é constante contra o “outro lado” (sitra achará), que se nutre das três kelipot impuras, dando uma falsa sensação de que cumprir as mitzvot da Torá é tolice (chas veshalom), mas a verdade é que é justamente o contrário disso: afirmando exatamente o cumprimento concreto (com ações reais) das mitzvot afastamos o "espírito de tolice" típico da sitra achará que quer se investir de forma a enfraquecer a vontade de cumprir mitzvot (D'us não permita).
É um jogo que se precisa exercitar para obter sucesso. Não é possível negociar com a sitra achará, mas se pode aniquilar com suas escaramuças afirmando firmemente o positivo para enfraquecer o negativo que se esguelha pela fresta insidiosa de suas artimanhas.
Afirmar o positivo tem grande valor contra o outro lado. É um meio legítimo de fazer valer a força e a luz da alma Divina que habita o coração de cada um de nós. Vale a pena vencer a si mesmo. Vale ouvir atentamente o que Hashem nos transmite na sagrada Torá. É disso que trata tudo que importa na vida de todo Yehudi.
Pensar em coisas boas é o começo de uma vida espiritual saudável, mas dentro da alma o que Hashem nos fala por meio de Moshe adianta a Redenção. Traz para perto de nós Mashiach, dando-nos a clara impressão do cumprimento da sagrada Torá neste mundo físico, já com devido refinamento para a total revelação da luz do Ein Sof. Então pedimos Mashiach já! Por que quem de nós não quer estar presente num instante tão sublime e singular como a recepção de Mashiach Tzidikeinu em nossos dias?



Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.





Compartilhe

Author:

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico.

0 comentários: