29.11.19

A Bíblia está certa? Recém-descobertos fósseis mostram cobras tinham pernas

A Bíblia está certa? Recém-descobertos fósseis mostram cobras tinham pernas     
Uma cobra é vista enquanto um trato da selva amazônica queima
 enquanto é desmatado por madeireiros e agricultores em 
Porto Velho, Brasil 24 de agosto de 2019- (crédito da foto: UESLEI MARCELINO / REUTERS)


A história bíblica do fruto proibido - que discute como a serpente convenceu Eva a prová-lo, e como ela e Adão, que também comiam, foram posteriormente banidos do Jardim do Éden por Deus - é provavelmente um dos mais conhecidos. narrativas na história da humanidade.
Como descrito em Gênesis , a cobra também recebeu punição divina. "Você vai rastejar de barriga e comer sujeira todos os dias da sua vida", diz Deus à serpente, implicando que, antes do evento, o animal tinha pernas, semelhantes a muitas outras.
Agora, um novo estudo publicado na Science Advances na quinta-feira lançou luz sobre a vida dos ancestrais de pernas de cobras. 
Vários fósseis de um grupo de cobras extinto chamado " Najash ", datado de 100 milhões de anos atrás, foram descobertos recentemente na Patagônia, Argentina .
O grupo recebeu o nome da palavra nachash que, tanto no hebraico bíblico quanto no moderno, indica a cobra.
Conforme relatado pelo New York Times , os fósseis, que incluem vários crânios , parecem sugerir que as cobras podem ter perdido as patas dianteiras milhões de anos antes das patas traseiras.


Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.





SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 coment rios:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não do Blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.Não publicamos comentários anônimos. Coloque teu URL que divulgamos