Gal Gadot virá ao Brasil em dezembro

Gal Gadot virá ao Brasil em dezembro   
A CCXP confirmou nesta semana que Gal Gadot, intérprete de Mulher-Maravilha no cinema, virá ao evento de São Paulo em 2019. 



Ao seu lado, estará Patty Jenkins, diretora do primeiro e do próximo filme da personagem da DC Comics. 
O encontro está previsto para acontecer e, 8 de dezembro, último dia da CCXP 2019. Em pauta, o longa Mulher-Maravilha 1984, que estreia em junho de 2020. Obviamente, os fãs e cinéfilos de plantão sabem exatamente quem é Gal Gadot e o que ela representa. Outros, no entanto, talvez não tenha tanta ideia assim. Tampouco sobre a trajetória da atriz, que contamos a seguir.

Gal Gadot virá ao Brasil em dezembroGal Gadot chamou a atenção pela primeira vez como vencedora do Miss Israel em 2004, garantindo seu lugar na disputa do Miss Universo no mesmo ano. Quando entrou na competição, admitiu à revista Glamour que seria "uma experiência agradável", mas afirma que nunca pensou que venceria: "Fiquei chocada quando me coroaram". 
Na época com 19 anos, essa vitória ajudou a lançar sua carreira como modelo. Ela então realizou seu compromisso obrigatório de dois anos nas Forças de Defesa de Israel e foi para a faculdade estudar Direito posteriormente. 

Enquanto estava na faculdade, foi convidada a fazer um teste para interpretar uma pretendente do espião James Bond em Quantum of Solace (2008). A diretora de elenco de Londres do filme de 007 voou para Israel em busca da garota do agente. "Ela queria me ver, e eu não queria ir", contou à revista  W.

Gal Gadot virá ao Brasil em dezembroEla não queria ser atriz e não se sentia confortável com seu inglês. 

No ano seguinte, a mesma pessoa que lhe chamou para o filme de 007 lembrou dela para Velozes e Furiosos.  Convite aceito e, a partir daí, não parou mais. O "bichinho" da atuação havia lhe picado e despertou de vez seu desejo de atuar. "Atuar é muito mais interessante que cursar uma faculdade de Direito", contou à revista Interview. 

Orgulho de ser judia

Criada em Rosh Ha'aying, Gal Gadot tem orgulho da sua origem judaica. "Fui criado em um ambiente familiar israelense muito judeu. Quero que as pessoas tenham uma boa impressão de Israel. Não me sinto embaixadora do meu país, mas falo muito de Israel. Não me sinto embaixadora do meu país, mas falo muito de Israel, gosto de contar às pessoas onde venho e minha religião", disse a um periódico local. 
Em uma entrevista concedida à revista Rolling Stones, declarou que tinha uma vida "protegida", sendo obrigada a brincar ao ar livre, ao contrário das crianças atualmente. "Pegue uma bola e vai jogar", relembrou. 

A atriz conta que de modo geral, era uma boa menina, boa aluna, mas por conta da infância fora do tapete da sala, sempre aparecia com feridas e arranhões nos joelhos. 

À revista Glamour, relatou que sempre gostou de se apresentar: "Minha mãe sempre conta a história, eu tinha 5 anos. Eles faziam uma festa e me colocavam na cama. Ouvi todos nos telhado e subi as escadas. Ninguém prestou atenção em mim, então peguei uma mangueira e molhei todo mundo. Elegante, né? Adorei a atenção, mas nunca liguei os pontos que talvez eu quisesse ser atriz". 



Blog Judaico 
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.




Postar um comentário

0 Comentários