Scarlett Johansson sobre alegações de abuso contra Woody Allen: 'Eu acredito nele'

     
Scarlett Johansson - Coisas Judaicas
Da esquerda para a direita, Penélope Cruz, Scarlett Johansson e Woody Allen assistem à estréia em Los Angeles de "Vicky Cristina Barcelona" no Mann Village Theatre em Los Angeles, 4 de agosto de 2008. (Robyn Beck / AFP / Getty Images)

JTA ) - Scarlett Johansson apoiou Woody Allen, acusada de abuso sexual.
"Eu amo Woody", disse a atriz judia ao Hollywood Reporter em um artigo publicado quarta-feira . "Eu acredito nele, e gostaria de trabalhar com ele a qualquer momento."

Em 1992, a filha de Allen, Dylan Farrow, o acusou de abuso sexual. O cineasta judeu nega as alegações.

As alegações ressurgiram no ano passado com o crescimento do movimento #MeToo. Em dezembro, a modelo Babi Christina Engelhardt disse que Allen tinha um relacionamento sexual com ela quando tinha 16 anos.

Allen enfrentou reação como resultado das alegações. A Amazon negou um contrato de US $ 68 milhões em filmes, supostamente devido às reivindicações . Vários atores que trabalharam em seu último filme, "Um dia chuvoso em Nova York", doaram seus salários a organizações anti-estupro e assédio após as renovadas alegações.

Outros vieram em sua defesa.

Johansson estrelou três filmes dirigidos por Allen: "Match Point", "Scoop" e "Vicky Cristina Barcelona".



Blog Judaico 
Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico
Fan Page Coisas Judaicas



Postar um comentário

0 Comentários