10 de set. de 2019

Empresário brasileiro se inspira no modelo israelense

    Empresário brasileiro se inspira no modelo israelense Empresário brasileiro se inspira no modelo israelense para criar negócio presente em 156 países.
A decisão de criar uma empresa global surgiu de uma provocação feita por um executivo israelense durante um jantar em Tel Aviv, em 2014. “Ele me perguntou qual era a empresa brasileira líder global em seu segmento e eu não soube responder”, lembra o curitibano Alessio Alionço, fundador da Pipefy – uma plataforma de gestão de processos que ajuda a reduzir as ineficiências das empresas no dia-a-dia.
Alionço conta que saiu do jantar com outra forma de pensar sobre os negócios. “Para ele, os brasileiros focam no país achando que é um mercado grande e seguro, mas enquanto isso o mundo anda muito mais rápido e a competição não respeita mais fronteiras. A partir daquela noite ficou claro para mim que meu próximo negócio seria global desde o primeiro dia de funcionamento”.

Com uma equipe de três pessoas, incluindo Alionço, a plataforma ficou pronta em abril de 2015, depois de quase um ano de desenvolvimento. Hoje, a Pipefy está presente em 156 países, já recebeu US$ 65 milhões de aportes de fundos de investimentos e tem 60 mil usuários. A empresa tem sede em Curitiba e unidades em São Francisco, na Califórnia, e em Austin, no Texas.



Blog Judaico 
Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico
Receba nossa newsletter
Comece o dia com as notícias selecionadas  Clique e assine.






SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 coment rios:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não do Blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.Não publicamos comentários anônimos. Coloque teu URL que divulgamos