Salmo 116 para reconciliação


    Salmo 116 para reconcliação
  1. Amo ao Eterno porque Ele ouve minha voz e minhas súplicas.
  2. Para mim inclinou Seu ouvido e eu invocarei Seu Nome enquanto viver.
  3. Cercaram-me os laços da morte; as angústias da sepultura me envolveram, aflição e ansiedade se apoderaram de mim.
  4. Invoquei o Nome do Eterno: “Salva minha vida, ó Eterno!”
  5. Piedoso e benevolente é nosso Deus; Ele é misericordioso.
  6. Ele protege os que são simples; cheguei a estar prostrado, mas Ele me salvou.
  7. Volta a ter sossego, alma minha, pois o Eterno para contigo foi bondoso.
  8. Tu livraste, ó Eterno, minha alma da morte, meus olhos das lágrimas, meus pés de andarem sem repouso e tropeçarem.
  9. Continuarei entre os vivos, andando perante a face do Eterno.
  10. Mantive Nele minha confiança mesmo quando falei: “Grande é minha aflição.”
  11. Em desespero, cheguei a dizer: “Mentiroso e indigno de confiança é todo ser humano.”
  12. Como poderei retribuir ao Eterno por todos os benefícios que me tem feito?
  13. Tomarei o cálice da salvação e invocarei Seu santo Nome.
  14. Na presença de todo o seu povo cumprirei os votos que fiz ao Eterno.
  15. Preciosa é, a Seus olhos, a morte de Seus devotos.
  16. Agradeço-Te, ó Eterno; sou Teu servo, filho de Tua serva; quebraste as cadeias que me prendiam.
  17. A Ti trarei oferendas de agradecimento e invocarei Teu Nome.
  18. Na presença de todo o Seu povo hei de pagar meus votos ao Eterno, nos átrios de Sua casa, no meio de ti, ó Jerusalém! Louvado seja o Eterno! Haleluiá!

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico

Postar um comentário

0 Comentários