15/08/2019

As alegrias do dia 15 de Av

     O dia 15 de Av – conhecido como Tu Beav – possui um caráter festivo. Nas preces desse dia não se recita tachanun (súplicas de perdão pelos pecados), nem na de Minchá da tarde anterior [conforme o costume praticado nas vésperas de todos os dias festivos]. Os noivos que casam nesse dia não precisam jejuar. Nessa data ocorreram vários eventos felizes para o povo judeu, ao longo dos séculos. Quer saber quais são? 


O dia 15 de Av – conhecido como Tu Beav – possui um caráter festivo.

Nas preces desse dia não se recita tachanun (súplicas de perdão pelos pecados), nem na de Minchá da tarde anterior [conforme o costume praticado nas vésperas de todos os dias festivos]. Os noivos que casam nesse dia não precisam jejuar.

Nessa data ocorreram vários eventos felizes para o povo judeu, ao longo dos séculos:

• A geração do deserto parou de morrer.

• O matrimônio entre integrantes de diferentes tribos passou a ser permitido [depois da divisão da Terra de Israel].

• A proibição de casar com qualquer pessoa da tribo de Benjamim foi rescindida, após o episódio da concubina de Guivá [vide Juízes 20-21].

• Foram removidos por Oseias, filho de Elá, os bloqueios que Jeroboão colocara para impedir que as pessoas subissem a Jerusalém nas festas de peregrinação.

• Encerrava-se o corte anual de madeira para o Altar do Templo.

• Os mártires massacrados em Betar foram finalmente sepultados.

Nas gerações anteriores, essa data era considerada uma festa completa, conforme será explicado adiante. Atualmente, como o Templo está destruído e muitos dos dias festivos registrados na Meguilá de Taanit não são mais observados, a nossa alegria nesse dia encontra sua principal expressão no estudo da Torá. Conforme os nossos sábios (Talmud, Berachót 8a) ensinaram, desde que o Templo foi destruído, Deus tem apenas as “quatro amót da Lei da Halachá” [como morada], pois a destruição não afetou a Torá, que permanece em vigor assim como na época anterior à destruição. Portanto, também depois da destruição “os preceitos do Eterno têm absoluta retidão e trazem alegria ao coração” (Salmo 19: 9), assim como antes. Por isso, a partir dessa data costuma-se aumentar o tempo dedicado ao estudo de Torá à noite, até o fim do inverno.



Blog Judaico 
Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico
Fan Page Coisas Judaicas




Compartilhe

Author:

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico.

0 comentários: