Likud mantém vantagem sobre o bloco central antes das eleições em Israel

Likud mantém vantagem sobre o bloco central antes das eleições em IsraelAs eleições israelenses estão em curso para mais uma luta entre o partido Likud, do líder incumbente Benjamin Netanyahu, e o partido de centro azul e branco, liderado por Benny Gantz, revelaram os resultados da pesquisa. 
O Likud, de direita, mantém uma vantagem sobre Blue e White, projetada para conquistar 31 assentos no parlamento israelense (Knesset), em comparação com os 30 assentos do centristas se as eleições ocorrerem hoje, de acordo com uma pesquisa conjunta entre a i24NEWS e Israel. Hayom 
Likud mantém vantagem sobre o bloco central antes das eleições em IsraelA corrida parece estar firmemente nas mãos do Likud e do Blue and White, sem que nenhuma outra parte se aproxime das projeções do Knesset. 
Por trás dos dois candidatos, espera-se que a Joint Arab List vença os 12 lugares previstos, enquanto a recente fusão entre Meretz e o recém formado Partido Democrata de Israel garantirá 9 assentos. 
O Yisrael Beiteinu e o partido Shas estão ambos projetados para ganhar 7 assentos enquanto a Nova Direita, e a União dos partidos da direita terá seis assentos. O trabalhista em dificuldades está pairando acima do limite de 3,25% para entrar no Knesset com 5 assentos. 
A pesquisa também revelou que, apesar da disputa acirrada entre os assentos no Knesset, o atual líder Benjamin Netanyahu continua sendo o favorito do público como o candidato mais adequado para o primeiro-ministro por uma margem de dois dígitos. 
De acordo com os entrevistados, 45% do público votante israelense acredita que Netanyahu é o mais adequado para ser primeiro-ministro, enquanto 29% acreditam que Benny Gantz é o melhor candidato para o cargo. 
Atrás de Netanyahu e Gantz, apenas 9% dos eleitores israelenses entrevistados acreditam que o ex-primeiro-ministro Ehud Barak, que recentemente relançou sua carreira política no Partido Democrata de Israel, é o mais adequado para assumir novamente o papel de liderança. 
A pesquisa foi conduzida pelo Instituto de Pesquisa Maagar Mochot entre 24 de julho e 25 de julho, usando um questionário estruturado entre uma amostra representativa de 776 eleitores israelenses, permitindo tirar conclusões com uma margem de erro de +/- 4,3%.

#coisasjudaicas 

Postar um comentário

0 Comentários