Congresso Terras de Sefarad celebra a tradição judaica em Portugal

Congresso Terras de Sefarad celebra a tradição judaica em Portugal
Entre os dias 19 e 23 deste mês, a cidade de Bragança em Portugal, recebeu a segunda edição do Congresso Terras de Sefarad. Com shows, exposições, palestras e muito mais, o encontro é uma celebração da cultura Judaico-Sefardita.

Com o objetivo de recuperar a memória e a tradição judaico-sefardita, foram criados em 2017, na cidade de Bragança em Portugal, dois centros culturais, o Centro de Interpretação da Cultura Sefardita do Nordeste de Transmontano (CICS) e o Memorial Sefardita.
Com o intuito de promover o turismo e estas duas instituições, as lideranças locais, criaram em 2017, o congresso Terras de Sefarad. Palestras, shows, mostras de cinema e exposições, o evento celebrou os dois mil anos de presença judaica em território português.
A segunda edição do congresso Terras de Sefarad que foi realizado este mês, contou com a exposição “People I saw but Never Met” (Pessoas que vi, mas nunca conheci) do artista israelense Zadok Bem-David.
A exposição que já passou por Los Angeles, Sidney e Seul, possui 4 mil fotografias que foram transformadas em esculturas, em alumínio e inox. Depois de passar por 20 países e fotografar milhares de pessoas, o artista israelense Zadok Ben-David, decidiu, através de sua arte, celebrar as diferentes raças, pessoas e culturas com as quais de deparou.
Outras atrações do congresso Terras de Sefarad, foram um mercadinho de comidas kosher e uma mostra de cinema judaico que aconteceu no Centro Arte Contemporânea Graça Morais. Títulos como “Uma história de amor e trevas”, de Natalie Portman, abrilhantaram ainda mais o congresso.
A banda Yamma Ensemble de música sefaradita, se apresentou no congresso Terras de Sefarad e encantou a todos.


<

Postar um comentário

0 Comentários