29/06/2019

Vivendo com a parashá Shlah

Vivendo com a parashá ShlahNa nossa Parashá Hashem (D'us) diz à Moshe:- Mande "para você" homens que façam um "passeio" na terra de Knaan que eu estou dando para o povo de Israel.

Hashem pede para ele mandar um homem de cada tribo e especifica que cada um deles deve ser o líder da sua respectiva tribo

Essa linguagem de "mande para você" não é uma linguagem usual, e o fato de esse assunto aparentemente aparecer aqui do nada também merece uma explicação

Rashi explica que em Parashat Devarim mais à frente, Moshe Rabeinu repreende nosso povo por não terem confiado em D'us que prometeu dar à eles a melhor terra do mundo, e com tudo isso eles pediram para Moshe mandar espiões para verificar se a terra é boa ou não. Por isso Hashem pediu para Moshe mandar os líderes das tribos para verem a terra prometida antes de entrar nela, e esse é o motivo da nossa Parashá começar dessa forma.

Nossa Parashá já começa com a resposta Divina ao pedido do nosso povo, mas sem contar de que maneira eles fizeram esse pedido (que no caso não foi nada delicada)

A linguagem do versículo na nossa Parashá é de "passear" pela terra, ou seja, "fazer uma excursão turística" na terra prometida.

No pedido Divino não é usada a palavra "espionar", sendo que D'us já tinha dito que essa terra é muito boa e não haveria nenhuma necessidade de verificar, mas sim de constatar as palavras Divinas por meio dessa visita

Infelizmente a maioria dos líderes das tribos que foram enviados por Moshe, mesmo vendo que não existia uma terra tão boa quanto aquela, não se comportaram como turistas felizes por terem feito um passeio em um lugar tão lindo mas sim como espiões, encontrando defeitos em tudo o que viram

Na volta eles disseram à Moshe, à Aharon e à todo o nosso povo, que mesmo sendo verdade que a terra prometida emana leite e mel e suas frutas são enormes, mesmo assim ela tem barreiras intransponíveis

Da mesma maneira que suas frutas são enormes seus habitantes também são enormes. As cidades têm muralhas enormes, os cananeus moram ao lado do rio Jordão e não conseguiremos atravessá-lo

Nem precisamos dizer que nosso povo ficou apavorado e já queriam, como sempre, voltar ao Egito.

O ambiente estava tão negativo que as pessoas amontoadas para ouvir os espiões estavam ansiosas por mais detalhes de quão intransponíveis eram as barreiras que nos separavam do sonho da terra prometida, transformando ele em um verdadeiro pesadelo

O Midrash nos conta que Kaleb, o líder da tribo de Yehudá, conseguiu fazer o povo inteiro ficar em silêncio como se fosse acrescentar mais uma coisa ruim sobre Moshe, sendo que todos estavam furiosos com Moshe por ter causado toda aquela decepção de ter trazido o povo até lá e agora eles aparentemente serem obrigados à voltar para o Egito por falta de opção

Kaleb gritou:- Será que foi só isso que nos fez o filho de Amram?

Quando todos ficaram em silêncio para ouvir o que mais tinha "aprontado" Moshe, ele gritou bem alto dizendo

:- Moshe abriu para nós o mar vermelho, fez descer o Man (maná) do céu, fez as aves aterrizarem no nosso acampamento...

Aparentemente as palavras de Kaleb não foram nada profissionais sendo que ele foi mandado para ver a terra prometida, e o que ele está contando foram coisas que aconteceram no Egito como a abertura do mar vermelho, e no deserto como a descida do Man e a aterrissagem diária das aves no acampamento

Mas na verdade o que ele estava dizendo já era um passo a frente do que foi visto na terra prometida, era refutação de tudo o que os outros espiões falaram

Eles disseram que os cananeus vivem ao lado do rio Jordão, e quando estivermos atravessando o rio só as nossas cabeças estarão fora da água nos tornando alvos indefesos em relação à eles.

Kaleb disse que Moshe abriu para nós até o próprio mar, quanto mais que para ele fazer um rio se abrir é coisa fácil

Eles disseram que as cidades têm muralhas enormes

Kaleb disse que Moshe fez o Man descer do céu e as aves aterrizarem no nosso acampamento.

A natureza das aves é voarem para cima quando vêem pessoas. Se Moshe fez com que elas se comportassem contra a própria natureza aterrizando diariamente no nosso acampamento, quanto mais as muralhas das cidades que já tem a natureza de descer que para Moshe seria fácil fazê-las descer totalmente, ou seja, afundar. (posteriormente Yehoshua fez isso com as muralhas de Jericó)

Em outras palavras aprendemos com Kaleb o que é um verdadeiro profissionalismo.

É nos lembrarmos constantemente de todos os grandes milagres que Hashem nos fez até agora, desde a saída do Egito até às centenas de milagres pessoais que cada um de nós teve durante toda a sua vida

É ver em tudo a presença Divina interagindo no mundo e mudando a natureza à nosso favor, o que chamamos de Divina providência!

 
Mas o povo de Israel optou pela opinião dos outros espiões, que descreveram uma realidade morta, uma realidade sem D'us

Diz o Rav Haim Vital no seu livro Etz Hadaat Tov, que quando Hashem diz para Moshe "enviar para ele próprio", aparentemente uma linguagem não usual, está indicando para Moshe que de toda essa tragédia vai sair uma coisa muito boa, mas que vai ser boa somente "para ele próprio"

Quando Hashem prometeu ao nosso patriarca Avraham que "seus descendentes iriam ser afligidos em uma terra estranha" mas que "a quarta geração vai voltar para cá", essa quarta geração não incluia Moshe Rabeinu sendo que seu avô, Kehat, estava entre os primeiros judeus que desceram ao Egito e Moshe era a terceira geração

Hashem já tinha indicado isso quando disse à Moshe no Egito "agora você vai ver o que  vou fazer ao faraó", indicando que ele vai ver somente os milagres que Hashem vai fazer para vencermos o faraó, mas que ele não vai ver os milagres que Hashem vai fazer para vencermos os 31 reis da terra de Canaã

Se o povo de Israel não se revoltasse contra Hashem e contra Moshe por causa dos espiões, eles entrariam na terra prometida mas Moshe não, ele teria que falecer antes disso.

Por causa dos espiões nosso povo teve que ficar no deserto por quarenta anos e Moshe ganhou por meio disso mais quarenta anos de vida revelando ao nosso povo os mais profundos segredos da Torá por mais quarenta anos!

Diz o "Kli Yakar" que tudo isso aconteceu porque D'us pediu para Moshe mandar homens! Porque se tivesse mandado mulheres isso não teria acontecido.

Elas voltariam felizes ao acampamento contando maravilhas sobre a viagem à terra prometida motivando nosso povo e despertando o entusiasmo de todos para entrarem nela imediatamente

Por isso sobre as mulheres, mesmo as da terceira geração, não foi decretado falecer no deserto. Elas entraram na terra de Canaã e a transformaram em terra Santa, em terra de Israel !


 
❤Shabat Shalom❤
Vivendo com a parashá Shlah
Rabino Gloiber

Compartilhe

Author:

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico.

0 comentários: