07/06/2019

Surto de sarampo em Nova Iorque potenciado pela comunidade ortodoxa judia

Surto de sarampo em Nova Iorque potenciado pela comunidade ortodoxa judiaHá uma campanha anti-vacinação, com mensagens falsas, destinada a mães judias. A ausência de vacinação contra o sarampo dentro da comunidade justifica que tenha a maior parte dos casos de Nova Iorque.
O surto de sarampo em Nova Iorque, nos Estados Unidos, está a ser potenciado pelos elementos não vacinados da comunidade de judeus ortodoxos. A maior parte dos 566 registados desde setembro estão localizados nesta comunidade, refere o site oficial da cidade de Nova Iorque. Foi imposta a vacinação da comunidade e as crianças proibidas de ir à escola.
  • Mais de 500 casos registados
  • 34 pessoas hospitalizadas
  • 9 pessoas foram tratadas nos cuidados intensivos
  • Ainda não se registou nenhuma morte
A 9 de abril, o comissário da saúde ordenou que todos os adultos e crianças que vivem em determinadas zonas (identificadas pelos códigos postais) deveriam ser vacinados com a vacina tríplice (contra sarampo, rubéola e papeira), caso não tenham sido vacinados antes. Quem se recuse a levar a vacina pode ter de pagar uma multa de mil dólares (cerca de 888 euros), refere o jornal espanhol El Mundo, que contou 98 pessoas sancionadas.

Anti-vacinação entre as 10 maiores ameaças à saúde

Na lista da Organização Mundial de Saúde contam-se também bactérias resistentes a antibióticos, poluição e alterações climáticas ou doenças como ébola, dengue e VIH.
Por Vera Novais


Compartilhe

Author:

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico.

0 comentários: