Moeda antiga é descoberta durante visita de brasileiros a Shiló

Moeda antiga é descoberta durante visita de brasileiros a Shiló Uma moeda rara foi descoberta em uma escavação arqueológica em Shiló durante visita de autoridades brasileiras nesta semana. A moeda de 2.000 anos do período Hasmoneano foi descoberta quando Scott Stripling, que dirige as escavações no local onde ficava o tabernáculo bíblico, contava sobre o trabalho ali realizado para uma delegação de governadores e congressistas do Brasil.
Hoje, há uma comunidade judaica moderna em Shiló e a delegação brasileira se reuniu com moradores locais para aprender sobre a situação política e a história da região. A visita foi parte de um passeio pela região de Benjamin, na Samaria, localizada, pós-1967, nas áreas ao norte de Jerusalém. Entre os participantes estava o pastor Everaldo Dias Pereira, líder do Partido Social Cristão, que ganhou as manchetes três anos atrás quando batizou Jair Bolsonaro, então deputado federal pelo Rio de Janeiro, no rio Jordão, em Israel.
Também participaram da viagem Wilson Miranda Lima, governador do estado do Amazonas, Cláudio Castro, vice-governador do Rio de Janeiro, e outras autoridades eleitas.
A delegação brasileira visitou a Vinícola Psagot, onde o vinho kasher produzido localmente é fabricado e vendido em todo o mundo. Lá eles se encontraram com Israel Gantz, chefe do Conselho Regional de Benjamin.
"Uma parte importante da história bíblica ocorreu na região de Benjamin", disse Gantz à delegação. "Quase todas as colinas têm antiguidades desde os tempos antigos. Nosso papel é reviver vidas saudáveis e felizes nessas colinas", afirmou.
Gantz enfatizou a educação como um dos principais focos do conselho, além de melhorar a infraestrutura.
Localizada na Área C da Cisjordânia, a região de Benjamin tem lidado com inúmeras questões de segurança, com a ameaça de terroristas que emanam de áreas próximas ao território palestino. Gantz elogiou as equipes locais de voluntários de emergência que operam nas 40 comunidades da região de Benjamin. Ele também demonstrou um novo aplicativo de smartphone desenvolvido localmente para disparar alertas em situações de riscos à segurança.
Analine Castro, esposa do vice-governador do Rio de Janeiro, disse que ficou impressionada com a fé das mulheres locais de Shiló. Ela mencionou a história bíblica de Hannah, a mãe do profeta Samuel, que orou por um filho no tabernáculo em Shiló. Castro disse durante sua visita que ela também orou em nome de uma amiga que estava com problemas de infertilidade, assim como a personagem bíblica Hannah.
Castro acrescentou que às vezes é preciso "priorizar a coletividade" em detrimento do egoísmo, referindo-se ao voto de Hannah em permitir que seu filho fosse criado com o sumo sacerdote por uma vida dedicada a serviço da comunidade.

Postar um comentário

0 Comentários