17/06/2019

Irã afirma que violará acordo nuclear em 10 dias se Europa não reagir a Trump

Irã afirma que violará acordo nuclear em 10 dias se Europa não reagir a Trump O estoque de urânio enriquecido do Irã ultrapassará no dia 27 de junho o limite estabelecido pelo acordo nuclear assinado com as principais potências globais em 2015, anunciou nesta segunda-feira Behrouz Kamalvandi, porta-voz da Organização Iraniana de Energia Atômica. Segundo ele, ainda existe a possibilidade de o país manter sua produção de urânio nos limites estabelecidos há quatro anos, se os países europeus agirem para bloquear os efeitos das sanções impostas pelos Estados Unidos depois de abandonarem o acordo, em maio de 2018.
"Nós quadruplicamos a taxa de enriquecimento e a aumentamos ainda mais recentemente, então o estoque deverá ultrapassar o limite de 300 quilos em 10 dias", disse Kamalvandi em entrevista coletiva transmitida pela TV a partir da usina nuclear de Arak. "Ainda há tempo se os países europeus agirem. Se eles cumprirem seu compromisso, as coisas voltarão à situação original", advertiu.
O presidente do Irã, Hassan Rouhani, já havia advertido no início de maio que os europeus teriam 60 dias para dar garantias a Teerã sobre os benefícios decorrentes do tratado nuclear; caso isso não ocorresse, disse na ocasião, o país começaria a se afastar dos termos do acordo.
No acordo de 2015, o Irã se comprometeu a não produzir a bomba atômica, em troca de benefícios econômicos que esperava obter com o fim das sanções então vigentes da ONU, da União Europeia e dos EUA. As sanções europeias e as impostas pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas foram suspensas, mas, dado o poder do dólar e do sistema financeiro americano, a volta das sanções de Washington acabou atingindo o comércio e os investimentos no Irã de empresas de outros países, incluindo as europeias.
Além disso, o governo de Donald Trump afirma estar empenhado em reduzir a zero as exportações de petróleo iranianas, punindo os países que comprarem o produto de Teerã. Com isso, as exportações iranianas caíram de 2,5 milhões de barris por dia em abril de 2018 para 400 mil barris por dia em maio deste ano.

Compartilhe

Author:

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico.

0 comentários: