Israel divulga número de soldados mortos em conflito e de vítimas de terrorismo

Israel divulga número de soldados mortos em conflito e de vítimas de terrorismoUma semana antes dos eventos em memória dos soldados mortos em combate e das vítimas de terrorismo, as Forças de Defesa de Israel (IDFs) afirmaram que 56 soldados morreram no exercício de suas atividades desde maio de 2018 e nove civis israelenses engrossaram a lista de 3.146 vítimas de atos terroristas.

Dados do Ministério da Defesa divulgados hoje informam que o número total de vítimas israelenses de conflitos e atos de terror é de 23.741.

Desde maio de 2018, 96 novos nomes foram adicionados à lista dos que morreram defendendo o país. Cinquenta e seis eram soldados e policiais das IDFs, e 40 eram veteranos incapacitados que faleceram devido a complicações decorrentes de ferimentos sofridos durante o serviço militar.

Os números incluem todos os soldados e policiais que morreram durante suas atividades no último ano, inclusive as vítimas de acidentes, suicídio e doenças.
Nove nomes também foram acrescentados à lista de vítimas do terrorismo contra civis que morreram em ataques no ano passado, segundo o instituto nacional de seguros - o equivalente à previdência social de Israel - elevando o total para 3.146.

O Memorial Day de Israel começará na noite de terça-feira (7) com uma cerimônia no Muro das Lamentações em Jerusalém, quando uma sirene tocará por um minuto em todo o país.

O Ministério da Defesa calcula que cerca de 1,5 milhão de israelenses devem participar de várias cerimônias militares em memória das vítimas nas próximas terça e quarta-feiras.

Postar um comentário

0 Comentários