Israel destruiu um dispositivo de espionagem na fronteira com o Líbano

Israel destruiu um dispositivo de espionagem na fronteira com o Líbano
O vice-secretário de Estado adjunto dos EUA, David Satterfield, que está tentando mediar
uma disputa de fronteira entre o Líbano e Israel, se encontra com o
chanceler libanês Gibran Bassil no Ministério das Relações Exteriores do Líbano em Beirute,
Líbano, 28 de maio de 2019. (AP Photo / Hassan Ammar)
A rede de televisão libanesa Al-Mayadeen, afiliada com a organização terrorista Hezbollah, informou na segunda-feira que um veículo aéreo não tripulado FDI atacou e destruiu um dispositivo de espionagem localizado entre Wadi Zefta e Numeiriyyyeh no sul do Líbano.
Segundo o relatório, suspeita-se da existência de outro dispositivo de espionagem israelita na região e as forças de segurança libanesas estão a trabalhar para o localizar.
Há dois anos, o Hezbollah afirmou que tinha descoberto um dispositivo espião israelita na área do Vale de Bekaaa, ao largo do Lago Qaraoun, no Líbano, e que Israel detonou o dispositivo por receio de que fosse descoberto.
Em 2015, a mídia libanesa relatou que soldados haviam detonado um «dispositivo de escuta» supostamente plantado por Israel na região sul de Marjayoun, perto da fronteira com o estado judeu.
Os relatórios do Líbano vieram depois que o IDF confirmou que ele tinha lançado um ataque aéreo sobre o território sírio seguindo relatórios de um ataque na província de Quneitra.
Um soldado sírio foi morto e outros dois ficaram feridos no ataque com mísseis israelense, informou a agência oficial de notícias SANA.
O IDF alegou que o ataque foi dirigido contra um lançador de mísseis na sequência de um ataque a um avião israelita. O míssil não chegou ao avião e aterrou na Síria.

Postar um comentário

0 Comentários