Por que não estou me apaixonando?

Por que não estou me apaixonando?Aron Moss




Pergunta:

Preciso de algum conselho urgente sobre amor. Tornei-me bastante próximo de uma moça que realmente parece ter tudo que estou procurando numa esposa. Nós nos damos bem, parece que desejamos as mesmas coisas da vida, e tudo está combinando. Esta é a primeira moça que conheci com quem posso realmente imaginar me casando. O problema são meus sentimentos. Parecem estar bloqueados. Certamente gosto muito dela, mas aquele sentimento avassalador, profundo e intenso de amor ainda não chegou. Sei o que é isso porque já tive antes. Não quero abrir mão desse relacionamento, portanto o que posso fazer para dar uma ligada no meu coração?

Resposta:

O amor somente pode brotar num coração aberto. Quando nosso coração está fechado não podemos sentir afeição, mesmo quando aquela afeição está realmente ali. E o que torna um coração fechado é o medo.
Você está assustado. Tem medo do seu sonho se tornar realidade. Você finalmente conheceu uma moça que poderia realmente ser sua esposa. É isso pelo qual você tem rezado, esperado, durante tanto tempo. E agora que está à sua frente, você está dominado pelo medo.
É assustador dizer adeus à vida de solteiro. É assustador aceitar que você irá se casar com uma pessoal real com falhas e defeitos, não uma pessoa perfeita imaginária. É assustador entender que você está crescendo e a ponto de começar o próximo estágio da vida, com todas as alegrias e desafios que ele irá trazer.
Medo e amor não podem ser sentidos ao mesmo tempo. São opostos. Medo é o anseio por ficar firme, enquanto amor é o anseio para ficar mais próximo.1 Portanto ironicamente, quando você conhece uma séria candidata para casamento, seu coração é paralisado pelo medo de que isso poderia realmente dar certo. Seus sentimentos bloqueados poderiam ser um bom sinal; o medo poderia indicar que este é um relacionamento que vale a pena buscar.
Se você deseja dar uma chance, primeiro precisa acalmar seus temores. Faça uma longa caminhada, sozinho, e observe o que está ocorrendo dentro de você. Admita que está com medo. Reconheça que isso nada tem a ver com ela, e tudo a ver com você. Fique à vontade com a ideia de que você pode ter encontrado sua parceira. Agradeça a D'us que enviou a você uma moça tão maravilhosa. Acredite em si mesmo, que está preparado para se ligar e tornar-se um homem casado. Deixe que essas ideias entrem lentamente, encare a realidade, e fique em paz com ela.
Depois que você aquietar seus temores, seu coração vai se abrir. Então, se ela de fato for a pessoa certa, não vai demorar muito para que os sentimentos calorosos transbordem.

NOTAS
1.
Sifri 6:5: “Você não pode ter o amor no mesmo lugar que o medo, ou o medo no mesmo lugar que o amor, exceto em emoções Divinas.” Podemos amar e temer a D'us ao mesmo tempo, porque essas emoções vêm dos poderes Divinos da nossa alma. Assim como D'us pode lidar com paradoxo, nossa alma Divina também pode. Mas nossas emoções humanas normais, quando aplicadas a relacionamentos humanos, não podem lidar com opostos. Ao mesmo tempo podemos somente sentir ou amor ou medo, não ambos.

Postar um comentário

0 Comentários