20/03/2019

Perfume fascista cria polêmica nas eleições em Israel

Perfume fascista cria polêmica nas eleições em Israel
A ministra da Justiça de Israel, Ayelet Shaked - AFP
Um vídeo eleitoral que mostra uma ministra usando um perfume com o nome “fascista” provocou indignação nas redes sociais em Israel, único espaço no momento em que é possível exibir clipes de propaganda para as eleições legislativas de 9 de abril.

No vídeo, a ministra da Justiça, Ayelet Shaked – candidata chamada de “fascista” por seus oponentes – aparece usando um frasco de perfume com o nome “fascista”. Ao final, afirma com ironia: “Para mim, este é o perfume da democracia”.
Como a propaganda política na TV é autorizada apenas duas semanas antes das eleições, os partidos estão usando sobretudo as redes sociais para fazer campanha.

Compartilhe

Author:

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico.

0 comentários: