28 de mar. de 2019

Intolerância religiosa pode se tornar crime hediondo

Coisas Judaicas Intolerância religiosa pode se tornar crime hediondo Se a proposta de lei passar, a pena aumentará em 20 vezes.
 Desfile da Gaviões da Fiel foi acusado de intolerância religiosa. 

Um projeto de lei apresentado nesta quarta-feira (27) pelo deputado federal Alex Santana (PDT-BA) propõe que casos de intolerância religiosa sejam classificados como crime hediondo. Se ela for aprovada, aumentará a pena de um para 20 anos de reclusão. 

Ao defender a proposta, o deputado falou sobre as festas carnavalescas. No último desfile de carnaval de São Paulo, a escola Gaviões da Fiel foi acusada de intolerância ao retratar a derrota de Jesus para Satanás.


Mexer com a religião de outro é de uma ofensa gigantesca. Mexer com o que para outro é considerado sagrado não pode continuar desta forma impunemente – afirmou. 

 A proposta esbarra em um princípio legal de proporcionalidade, que afirma que as penas devem ser equivalentes aos diferentes tipos de infrações. Crimes hediondos possuem penas iniciais maiores do que estupro e homicídio, por exemplo.


SHARE THIS

Author:

O Coisas Judaicas cobre uma das partes mais complicadas e controversas do mundo, o Estado de Israel. Determinado a manter os leitores totalmente informados e capacitá-los a formar e desenvolver suas próprias opiniões, o Blog existe de 2005 e sempre procuramos dar a nossos leitores noticias e opiniões avalizadas. Sobre Israel, a região e o mundo judaico.

0 comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não do Blog. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.Não publicamos comentários anônimos. Coloque teu URL que divulgamos