Gal Gadot protesta por ter sua imagem usada pelo Partido Trabalhista

Gal Gadot protesta por ter sua imagem usada pelo Partido TrabalhistaA atriz israelense Gal Gadot, junto com um punhado de outras celebridades, exigiu que o Partido Trabalhista removesse suas imagens de um cartaz de campanha eleitoral que abordava um recente tumulto sobre o status dos árabes israelenses. 

Gadot esta semana mergulhou de cabeça na política local quando defendeu a atriz e apresentadora de programas de TV Rotem Sela, que foi pessoalmente criticada nas mídias sociais pelo primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, depois que ela criticou o pleito do partido Likud sobre o papel dos árabes no próximo governo. 

Várias outras celebridades também apoiaram Sela ou comentaram a estratégia de campanha do Likud. Em uma continuação, o Partido Trabalhista de esquerda produziu um pôster com fotos de Gadot, Sela, os apresentadores Assi Azar e Galit Gutman, a modelo Shlomit Malka e o músico Aviv Geffen, com o slogan “Precisamos de outro Rotem Sela. 

Nós temos uma visão séria disso, e já esta noite vamos abordar o Parti do Trabalhista com uma exigência de remover imediatamente a imagem de Gal Gadot da campanha", declarou em nome de Gadot na terça-feira, segundo o Canal 12. "Gal Gadot nunca participou de nenhuma campanha política de um tipo ou outro", afirmou.

Postar um comentário

0 Comentários