Felicidade: A Nova Disciplina!

Felicidade: A Nova Disciplina!Na terrível escuridão em que todos nós vivemos hoje,
a genuína felicidade quebra todas as fronteiras e limitações.
Um pouco de luz afasta toda a escuridão.
Está certo! Antes de ser uma instituição que descarrega informações e fórmulas para crianças e jovens, o jardim de infância, a escola e a universidade devem prover os alunos com valores. A ética, a honestidade, a liberdade de expressão, o respeito ao próximo - a união, diálogo e a humildade são alguns deles. Mas só isso ainda não basta.
Estudos e práticas com resultados positivos estão impulsionando instituições a adotarem outra postura diante do ensino, pautando novas disciplinas com ingredientes que servem para incentivar alunos a se sentirem inseridos e a utilizarem o máximo de seu potencial.
Tudo isto é muito incentivador, quebrando um pouco a rigidez do currículo e dos padrões. Mas, será garantia de que se tornarão adultos bem sucedidos? E qual é o verdadeiro significado de sucesso?
Existem muitas pessoas que associam sucesso ao cargo que fulano/a ocupa, vincula à aquisição de seus bens na lista do que conseguiu conquistar e/ou agregar ou tudo mais que se tornou sua propriedade. Mas a riqueza humana vai muito além das coisas táteis; ela se hospeda na mente e do uso que fazemos dela. As descobertas, estudos e pesquisas de hoje só comprovam o que estimulamos há milhares de anos: a educação.
A pergunta é: será que a sua propriedade intelectual, sua vida familiar e o legado que deixará estão fazendo a conexão extra-terrestre, dando credibilidade a D’us?
Aprendemos a ter um objetivo na vida, a sermos conscientes de que nascemos para completar nossa missão mesmo que ela pareça às vezes secreta ou mística. Seguimos cumprindo os Seus mandamentos, Suas valiosas instruções, pois elas são as ferramentas que nos impulsionam a transpor obstáculos e desafios tornando nossas horas neste mundo mais interessantes e intensas.
Nossa educação determina que nossos relacionamentos sempre englobem o próximo, o necessitado. Pode ser aquele amigo esquecido que se encontra deprimido, pessoas enfermas que esperam por uma visita, uma criança chorando esperando por um abraço, os menos afortunados - desempregados - que mais que uma palavra ou um empréstimo precisam de trabalho para restabelecer sua dignidade, Salmos recitados para salvar uma vida, o mundo...
Somos seres humanos com capacidade para estabelecer milhares de conexões divinas. Podemos tocar e iluminar aqueles que se encontram bem próximos ou mesmo distantes. Somos todos infinitamente afortunados: temos uns aos outros. Talvez seja essa a nossa missão. Pois é o que nos torna mais gente e o que faz nos sentirmos genuinamente felizes.

Postar um comentário

0 Comentários