The Red Sea Diving Resort

The Red Sea Diving ResortNetflix comprou os direitos globais de “The Red Sea Diving Resort“, filme protagonizado por Chris Evans (“Vingadores: Guerra Infinita”). Segundo a Variety, a empresa de streaming pretende lançar o longa no final deste ano.
A trama é baseada no resgate de judeus etíopes no Sudão que ocorreu em 1981. A história vai começar em 1977, quando a agência de espionagem do Mossad de Israel foi ordenada pelo então primeiro-ministro Menachen Begin a localizar milhares de judeus do Sudão e entregá-los a Israel.
Evans interpretará um agente israelense que comandou uma operação secreta do Mossad no início dos anos 1980 com uma equipe de espiões para contrabandear judeus etíopes perseguidos no Sudão, usando um retiro de férias abandonado como fachada. O Arous Holiday Village, que havia sido construído por empresários italianos no início dos anos 1970, era o local da operação. Michael K. Williams (“12 Anos de Escravidão”) será um agente local no filme. A missão, conhecida como “Operação Irmãos”, abriu o recurso a turistas reais e evacuou os judeus etíopes enquanto os agentes fugiam das autoridades sudanesas. Judeus etíopes começaram a fugir da guerra civil e da fome na Etiópia e muitos foram para o Sudão nas proximidades.
Também estão no elenco Haley Bennett (“A Garota no Trem”), Alessandro Nivola (“Você Nunca Esteve Realmente Aqui”), Michiel Huisman (“A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata”), Greg Kinnear (“Melhores Amigos”) e Ben Kingsley (“Um Homem Comum”). O filme é escrito e dirigido por Gideon Raff (“Dig”). 
“The Red Sea Diving Resort” ainda não possui data de estreia.

Postar um comentário

0 Comentários