Senador Bernie Sanders lança campanha à Presidência dos EUA

Bernie Sanders, o senador independente de Vermont cuja agenda política ajudou a empurrar o Partido Democrata para a esquerda, anunciou nesta terça-feira que vai concorrer à Presidência dos Estados Unidos novamente. 

A nova aposta do político de 77 anos testará se ele conseguiu manter o apelo antiestablishment que o fez despontar em 2016, quando acabou derrotado por Hillary Clinton na disputa pela candidatura democrata para enfrentar o republicano Donald Trump nas urnas.

Autointitulado socialista democrático, Sanders advoga por um salário mínimo nacional de US$ 15 por dia, um sistema de saúde universal e ensino superior gratuito, pautas que se tornaram pilares da ala mais progressista do Partido Democrata. Ele é uma das mais proeminentes figuras de Washington a se lançarem na já engarrafada disputa do partido contra a reeleição de Trump, a quem repetidamente chamou de "mentiroso patológico" e "racista".

"Estou concorrendo à Presidência. Eu peço a vocês que se juntem a mim hoje como parte de um campanha de raiz sem precedentes e histórica que vai começar com ao menos um milhão de pessoas por todo o país", escreveu Sanders no Twitter, ao anunciar a candidatura com um vídeo sobre seu histórico na política e suas principais propostas.

Postar um comentário

0 Comentários