24/01/2019

Israel sobe para o 5º lugar em Índice de Inovação da Bloomberg

Israel sobe para o 5º lugar em Índice de Inovação da BloombergIsrael subiu para o quinto lugar entre as economias mais inovadoras do mundo, subindo cinco pontos desde o ano passado, quando o país estava em décimo lugar, de acordo com novo Índice de Inovação publicado pela Bloomberg. 

Pelo novo índice de 2019, Israel está à frente de países como Cingapura, Suécia, Estados Unidos e Japão, mas atrás da Coreia do Sul e Alemanha.

A Coreia do Sul e a Alemanha lideram o índice, ficando em primeiro e segundo lugares, respectivamente, seguidos pela Finlândia, Suíça e Israel. Cingapura ficou em sexto lugar, a Suécia em sétimo, e os Estados Unidos, Japão e França chegaram em oitavo, nono e décimo. Os EUA subiram três posições no ranking de 2019, depois de cair entre as dez principais economias pela primeira vez em 2018, disse a Bloomberg. A Coréia do Sul ficou em primeiro lugar no ranking de 2018 também.
A lista foi publicada nesta terça-feira (22) enquanto as elites globais se reuniam no Fórum Econômico Mundial em Davos, na Suíça, onde discutiram temas como o futuro da globalização, o papel do Estado e sobre como a inovação pode ajudar a impulsionar as economias.
Este é o sétimo ano de publicação do Bloomberg Innovation Index anual. O índice de 2019 é compilado analisando sete categorias igualmente importantes, como investimentos em pesquisa e desenvolvimento, atividade de patentes, capacidade de produção e número de empresas públicas de alta tecnologia.
A atividade de patentes impulsionou a pontuação de Israel este ano, juntamente com a da China, que ficou em 16º lugar este ano, subindo em relação ao 19º lugar na lista de 2018 (Shoshana Solomon, Times of Israel)

Compartilhe

Author:

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico.

0 comentários: