26/12/2018

Líder trabalhista: pretendo servir como primeiro-ministro

Avi Gabbay- Coisas JudaicasO líder trabalhista Gabbay nega relatório alegando que ele concordou em permitir que o ex-chefe do Estado Maior das Forças Armadas de Israel, Gantz, seja candidato a Primeiro-ministro pelo o Partido Trabalhista.

O líder trabalhista, Avi Gabbay, negou nesta segunda-feira relatos de que concordou em permitir que Benny Gantz, antigo chefe do Estado-Maior das FDI, sirva como candidato de seu partido a primeiro-ministro.

Falando com Kan Bet, Gabby disse: "Ficarei feliz se Gantz se juntar ao Partido Trabalhista e à política em geral".

"Entrei na política para mudar a realidade do Estado de Israel. Para realizar esse plano, pretendo servir como primeiro-ministro."

Na semana passada, Ben Caspit , do Maariv , relatou que Gabbay e Gantz haviam concordado que Gantz se uniria à União Sionista e serviria como candidato a primeiro-ministro, enquanto Gabbay continuaria a liderar o partido e permanecer no topo da lista da União Sionista Conjunta. .

Ele também disse que o acordo incluía uma cláusula declarando que se a União Sionista vencesse as eleições e Gantz fosse capaz de formar uma coalizão, Gabbay seria um ministro sênior nela.



Compartilhe

Author:

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico.

0 comentários: