Latam inicia voo para Israel com 90% de ocupação

Latam inicia voo para Israel com 90% de ocupaçãoLatam inicia nesta quarta-feira (12) operações para Tel Aviv, em Israel, comemorando a marca de 90% de ocupação em seu voo inaugural. Para os próximos voos a empresa já registra uma média de 85%. 
Mas não é só a taxa de ocupação do mercado brasileiro que motiva a aposta da empresa no novo destino. O número de passageiros oriundos de outros países da América do Sul também está no planejamento para tornar o voo rentável à área. Está conta ainda inclui aspectos como tarifa média, transporte de carga e a eficiência do moderno 787 Dreamliner.
“Somos uma empresa eficiente na operação e vamos operar uma aeronave eficiente e que faz com que economicamente seja mais fácil da conta fechar. Temos também o fato de ter uma força na América inteira então trazemos passageiros de outros países e isso facilita que tenhamos uma aeronave cheia e rentável. Somos uma empresa muito eficiente na venda de cargas. Isso ajuda muito. A gente acredita que a soma desses fatores vai fazer uma diferença na hora de fomentar a operação do destino”, afirmou Andre Sena, head de vendas, e-commerce e digital da Latam, durante o laçamento oficial do voo na noite desta terça-feira, no Clube Hebraica, em São Paulo.
O novo voo contará com três frequências semanais, na ponte Santiago (Chile) – São Paulo – Tel Aviv. As saídas da capital paulista acontecerão as segundas, quartas e sábados, às 23h. Ao todo serão 13h40 de voo. Ao todo serão 76 mil assentos por ano.
Com o novo voo, o Ministério de Turismo de Israel espera ultrapassar a marca de 60 mil visitantes brasileiros no destino. “Estamos celebrando muito este primeiro voo direto entre São Paulo e Tel Aviv. Esta proposta une a América Latina e Israel. Foi um trabalho muito bem construído e pensado por muita gente. Aqui está a oportunidade de desenvolver um negócio robusto em Israel, pois brasileiros são muito bem vindos. É uma noite muita feliz”, ressaltou Renata Cohen, diretora geral do Ministério de Turismo de Israel no Brasil.

Postar um comentário

0 Comentários