24/11/2018

Uma beka é encontrada em Jerusalém

Uma beka é encontrada em JerusalémOs voluntários que têm estado a escavar na Cidade de Davi e a peneirar o entulho recolhido das escavações nas fundações do Muro Ocidental, deram com um achado que, apesar do seu minúsculo tamanho, pode ser considerado um tesouro para os amantes da História bíblica e da arqueologia: nada mais, nada menos do que uma "beka", que era uma medida de peso em pedra usada para os peregrinos pagarem a taxa do meio shekelantes de subirem ao Templo de Jerusalém.
Esta pedrinha encontrada no meio do entulho tem inscrita nela a palavra "beka"na antiga língua hebraica, e é uma raridade, pois só foram até agora encontradas muito poucas medidas destas, sendo que esta é a única encontrada com a inscrição da palavra "beka."
 
"beka" era uma medida de peso do tempo do Primeiro Templo utilizada pelos peregrinos para pagarem a taxa de meio shekelantes de subirem ao Templo.
 
A palavra "beka" surge duas vezes na Torá: a primeira, como medida de ouro num brinco de nariz oferecido à matriarca Rebeca, mencionado no livro de Génesis, e posteriormente, no livro do Êxodo, como medida de peso para as doações trazidas pelo povo judeu para a manutenção do Templo e do censo, tal como se pode ler no capítulo 38:26: "Uma beca por cabeça, isto é, meio siclo, segundo o siclo do santuário, de qualquer dos arrolados, de vinte anos para cima, que foram seiscentos e três mil quinhentos e cinquenta."
 
 
Ao contrário do que aconteceu séculos depois, não havia nesta época a moeda de meio shekel. Os peregrinos traziam o peso correspondente em prata - uma "beka" - para pagarem a sua taxa, que seria pesada nas balanças no exato local abaixo do Monte do Templo onde esta pequena pedra foi agora encontrada.
 
Segundo o arqueólogo responsável pelas escavações, "Quando a taxa de meio shekel foi introduzida no Templo durante a época do Primeiro Templo, não havia moedas, por isso usavam lingotes de prata. De forma a poderem calcular o peso destas peças de prata, colocavam-nas num dos pratos da balança, colocando uma "beka" no outro prato. A "beka" equivalia a meio shekel, que toda a pessoa com mais de 20 anos deveria trazer para subir ao Templo."
 
Um shekel dos dias bíblicos equivalia a 11,33 gramas.


Compartilhe

Author:

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico.

2 comentários:

Edite M. Coelho disse...

Infelizmente...até a "beka" foi desvalorizada nos tempos que correm, pois quando alguma coisa não presta, os jovens costumam dizer: "Não vale uma «beka»...Só agora entendo o significado e a desvalorização por tudo quanto faz parte da cultura judaica...Obrigado por esta explicação.

Unknown disse...

Bom dia 😊 muito bom estudo valoriza cada vez mais a raiz do judaísmo 🌾