Oponha-se à discriminação pelo Airbnb

Oponha-se à discriminação pelo AirbnbEm 19 de novembro, a Airbnb anunciou que não mais listaria casas israelenses na Cisjordânia / Judéia e Samaria em seu site. Esta decisão aplica-se apenas às comunidades judaicas e não às palestinas, apesar do fato de que o status final do território permanece sob disputa e deve ser decidido em negociações de paz. 

Além disso, o Airbnb continua a operar na Caxemira, no Tibete, no Chipre do Norte, no Saara Ocidental, na Osetia do Sul e em outras zonas de conflito. Incentive o Airbnb a reverter essa ação discriminatória e hipócrita, que só irá alimentar mais injustiças e conflitos entre israelenses e palestinos.
Use a carta a seguir como está, ou edite esta carta e envie para o gerenciamento do Airbnb!  

Ajude a Israel, Mande essa carta para Airnb

Postar um comentário

0 Comentários