19/11/2018

Ministros voltam atrás e mantêm apoio ao governo de Netanyahu

Ministros voltam atrás e mantêm apoio ao governo de Netanyahu , Inbar Tviser, Ynet News) 

 Após crise que quase levou o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu a ter que convocar eleições antecipadas, os ministros da Educação, Naftali Bennett, e da Justiça, Ayelet Shaked, anunciaram na manhã de hoje que vão manter o apoio ao governo.

"Estamos retirando todas as nossas demandas políticas neste momento e oferecendo nosso apoio ao governo de Netanyahu”, disse Bennet, voltando atrás na sua reivindicação de assumir a pasta da Defesa, no lugar do ministro demissionário Avigdor Lieberman. 

“Considero melhor deixar o primeiro-ministro vencer esta batalha política do que permitir que (o líder do Hamas, Ismail) Haniyeh derrote o Estado de Israel", disse Bennet. Em entrevista coletiva no domingo, 18, Netanyahu afirmou que seria “irresponsável” convocar eleições antecipadas. “A segurança do Estado vai além das considerações políticas”, disse o premier. 

A crise política começou com a renúncia de Lieberman, na última quarta-feira, e a retirada de seu partido, o Yisrael Beiteinu, da coalizão governista por discordar da decisão do primeiro-ministro em estabelecer uma trégua com o Hamas, que controla a Faixa de Gaza. 

A iniciativa de Lieberman, que deixou o premier com uma frágil maioria parlamentar de 61 das 120 cadeiras no Knesset, poderia ter se agravado ainda mais com a eventual saída de Bennet e de seu partido, Lar Judaico, da coalizão de governo. 

Leia mais em:

Netanyahu to announce he’ll remain defense minister, appoint deputy IDF head (Times of Israel)

Let me get on with my job: How Netanyahu dwarfed his political rivals within(Times of Israel)

Compartilhe

Author:

Blog Judaico - Tudo sobre Israel, judaísmo, cultura e o mundo judaico.

0 comentários: