Amidá: os três passos

Amidá: os três passos

Pergunta:

Qual a maneira correta de se dar os três passos para trás ao fim da Amidá?

Resposta:

No Talmud, consta: melhor que não tivesse rezado aquele que rezou a Amidá e não a encerrou com os três passos para trás.
Esse rigor justifica-se, de acordo com os Sábios, pelo fato desse procedimento – não se “despedir” adequadamente – indicar que a pessoa não tem a correta noção de que estava diante do Rei do universo, fazendo com que sua oração tenha adquirido um aspecto de desprezo ou desrespeito.
Por isso, deve-se dar os três passos para trás. Deve-se mover a perna esquerda – a perna mais fraca – primeiro, representando a dificuldade desta separação. Em seguida, a direita e novamente a esquerda, até que a pessoa fique de novo com os dois pés juntos. Cada passo deve ter o cumprimento de aproximadamente um pé inteiro, pois passos muito menores não são considerados passos.
É preciso que sejam exatamente três, nem mais nem menos.

Postar um comentário

0 Comentários