Em Solidariedade à Comunidade Judaica de Pittsburgh



Em Solidariedade à Comunidade Judaica de PittsburghCaro (a) visitante,
Nossos corações estão abalados pelo horrível ataque sobre nossos irmãos e irmãs em Pittsburgh. Choramos pela perda das 11 almas sagradas que foram tão cruelmente arrancadas do nosso meio, e rezamos para que D'us dê forças e conforto às famílias de luto abaladas pela chocante tragédia. Sua imensa dor é partilhada por todo o povo judeu e pelas pessoas no mundo inteiro.
Rezamos também pela cura completa e rápida dos feridos, dos sobreviventes e de toda a comunidade de Pittsburgh. Não há palavras que possam descrever nossos sentimentos. Judeus que se reuniram para rezar e celebrar o Shabat foram mortos sem nenhum motivo exceto pelo fato de que eram judeus. Enquanto rezavam e no dia sagrado da semana, o Shabat! As balas do assassino feriram todos nós. “Todos os judeus devem morrer” ele gritou enquanto atirava. Qual é o remédio para um ódio tão antigo e sem sentido? O que podemos fazer para erradicar isso?
O Rebe, de abençoada memória, respondeu isso muitas vezes, com clareza e convicção:
amor ilimitado. O ódio sangrento, fanático, infundado, impiedoso pode ser desenraizado somente saturando nosso mundo com amor puro, sem discriminação, sem limites, e com atos de bondade.

Hoje mais do que nunca, precisamos espalhar amor e união; positividade e luz.
Devemos continuar a ir orgulhosamente para nossas sinagogas. E, mesmo quando pranteamos e nos enlutamos, devemos aumentar exponencialmente nossos atos de bondade e generosidade.

Alguns dos feridos colocaram suas próprias vidas em perigo para ajudar os outros. Respeitamos sua coragem e dedicação. E somos gratos por vivermos num pais que protege nosso direito de viver aberta e orgulhosamente como judeus. Valorizamos imensamente a amizade e apoio do povo americano, de todos os voluntários que correrem à cena para prestar socorro e auxílio.
Nossos irmãos e irmãs em Pittsburgh – e o mundo inteiro! – precisam das nossas preces e mitsvot (boas ações)  agora mais do que nunca! O assassino sanguinário mantinha um ódio insensato contra o povo judeu.
Somos todos uma só família. Esta é definitivamente a hora certa para cada um de nós fazer contato com alguém com quem discordamos e nos afastamos. Que possamos reservar um tempo para nos aproximar daqueles dos quais nos afastamos, promovendo o entendimento e a paz. Vamos mostrar o quanto temos orgulho da nossa identidade judaica. Que possamos acrescentar atos positivos em nossas vidas. Seja colocando tefilin, fixando mezuzot no batente das portas de nossos lares, acendendo velas de Shabat ou outra mitsvá, vamos acrescentar mais um ato à nossa rotina e dedicá-lo à memória daqueles impiedosamente mortos.
Mesmo se não somos frequentadores assíduos, raramente ou nunca vamos à sinagoga, que possamos participar de um serviço de Shabat em honra aqueles que se foram para sentir a vibração que somente uma comunidade é capaz de promover em suas dependências. Vamos implorar a D'us que traga conforto e consolo às famílias enlutadas. Rezar para que Ele rapidamente erradique todo o mal  da face da terra apressando a chegada de Mashiach.
Que pelo mérito de nossas mitsvot e preces coletivas, que cada um de nós – e todos nós como um só – seja capaz de atrair ao mundo a sabedoria e a luz da paz e da tolerância. Somente juntos seremos capazes de transformar o mal em bem e o ódio em amor ilimitado ao próximo.

Postar um comentário

0 Comentários