Atentado deixa mortos em sinagoga de Pittsburgh nos EUA

Tammy Hepps, hugs Simone Rothstein, right, on the intersection of Shady Avenue and Northumberland Street after multiple people were shot at The Tree of Life Congregation synagogue.Tiroteio deixa mortos em sinagoga de Pittsburgh, nos EUA

Governador da Pensilvânia disse que situação é 'séria'; Trump fala em 'várias fatalidades'. Um suspeito foi preso.

Um tiroteio na área de uma sinagoga em Pittsburgh, na Pensilvânia (EUA), deixou mortos e feridos na manhã deste sábado (27).

O diretor de segurança pública de Pittsburgh, Wendell Hissrich, disse a imprensa que a cena dentro da sinagoga é “muito ruim” e que existem “múltiplas fatalidades”. Segundo Hissrich, um suspeito foi preso e levado ao hospital.

Tammy Hepps, left, Kate Rothstein and her daughter, Simone Rothstein, 16, pray from a prayerbook a block away from the site of a mass shooting at the Tree of Life Synagogue.A imprensa americana fala em ao menos 4 mortos, mas não há confirmação oficial sobre o número de vítimas. Entre os feridos estão quatro policiais.

Segundo a emissora americana NBC, o suspeito detido é Rob Bowers, de 46 anos de idade. A identidade do suspeito não foi confirmada pelas autoridades.

Atentado deixa mortos em sinagoga de Pittsburgh nos EUADe acordo com o relato de testemunhas, ele entrou no templo armado com um fuzil semiautomático AR-15 e com várias pistolas. O motivo do ataque ainda não foi revelado.

A sinagoga Árvore da Vida estava lotada de pessoas reunidas por ocasião do serviço religioso do sabat judaico. O ataque ocorreu no bairro de Squirrel Hill em Pittsburgh, centro histórico da comunidade judaica na cidade.

O governador da Pensilvânia, Tom Wolf, disse no Twitter que detalhes sobre o caso ainda estão sendo apurados. "É uma situação séria", escreveu. Ele classificou o tiroteio como uma "tragédia absoluta".

O presidente Donald Trump também tuitou sobre o episódio. "As pessoas em Squirrel Hill devem permanecer protegidas. Parece que há várias fatalidades. Cuidado com o atirador. Deus abençoe todos."
A man holds his head as he is escorted out of the Tree of Life Congregation by police following a shooting at the Pittsburg synagogue.
Tiroteio em sinagoga

Um atirador abriu fogo na sinagoga Árvora da Vida, no bairro de Squirrel Hill, no leste da cidade de Pittsburgh, na manhã deste sábado (27).

O comandante Jason Lando recomendou que as pessoas se abriguem e relatem qualquer atividade incomum no local. "Não saia da sua casa agora, não é seguro", afirmou, segundo a Reuters.

O prefeito de Pittsburgh, Bill Peduto, também disse que todos os moradores do bairro devem permanecer dentro de suas casas até novo aviso.

Police respond to an active shooter situation at the Tree of Life synagogue on Wildins Avenue in the Squirrel Hill neighborhood of Pittsburgh, Pa. on  Oct. 27, 2018.
Imagens da TV local mostraram a polícia na área com rifles e usando capacetes e outros equipamentos táticos. Os paramédicos também aparecem estacionados perto da sinagoga. Viaturas bloquearam algumas ruas da região.
A sinagoga está localizada na interseção das avenidas Wilkins e Shady. O bairro residencial de Squirrel Hill fica a cerca de 10 minutos do centro de Pittsburgh e é o centro da comunidade judaica da cidade.

Postar um comentário

1 Comentários

Coisas Judaicas disse…
Gritando "todos os judeus devem morrer", o atirador abre fogo na sinagoga de Pittsburgh.O atirador Robert Bowers atira contra a polícia, entra na sinagoga da Árvore da Vida na cidade antes de se render. Um massacre