Alemanha prende grupo de extrema-direita

Alemanha prende grupo de extrema-direita Suspeitos por ataque de grupo da extrema-direita a imigrantes são presos, na Alemanha.

A polícia alemã deteve na última sexta-feira seis homens suspeitos de formar uma organização militante de extrema-direita que agrediu estrangeiros na cidade de Chemnitz, no Leste do país. Eles também teriam planejado ataques a políticos e funcionários públicos, informou o Ministério Público Federal da Alemanha (GBA) nesta segunda-feira.

"No curso de novas investigações, encontramos indícios tangíveis de que a organização perseguiu metas terroristas", afirmou a promotoria.


Cerca de cem policiais, apoiados por unidades especiais de comando, detiveram os seis suspeitos com idades entre 20 e 30 anos, de acordo com mandados emitidos pelo Tribunal Federal de Justiça em 28 de setembro, informou a GBA.

Os homens são acusados ​​de formar a "Revolução Chemnitz", uma organização batizada em homenagem à cidade onde um alemão foi morto, supostamente por imigrantes, em agosto, provocando uma das mais violentas reações da extrema direita na Alemanha em décadas.

"Com base nas informações que temos até agora, os suspeitos pertencem ao grupo de hooligan, skinhead e neonazista na área de Chemnitz e se consideravam figuras proeminentes na cena extremista de direita na Saxônia", disseram os promotores.

Ainda segundo o Ministério Público, o grupo planejou atacar altos funcionários públicos e políticos. Os homens foram presos no estado da Saxônia, onde fica Chemnitz.

Um suspeito, que se acredita ser o líder do grupo, já está preso. Ele foi detido em 14 de setembro sob acusações de ameaçar a paz pública. Todos os sete membros da organização criminosa aparecerão perante um juiz que decidirá se os manterá em prisão preventiva.

O GBA disse ainda que o grupo também planejou adquirir fuzis semi-automáticos. Cinco dos suspeitos atacaram e feriram estrangeiros em Chemnitz no último 14 de setembro usando garrafas de vidro, luvas de aço e tasers (armas de eletrochoque). O grupo também planejou realizar outro ataque em 3 de outubro, afirmou a promotoria, sem dar mais detalhes.
Share on Google Plus

About Coisas Judaicas

No Coisas Judaicas, fazemos de tudo para manter nossos amigos e visitantes bem informados. Todo mês, mais de 45 mil visitantes do mundo inteiro procuram nosso Blog para ler sobre:Judaísmo, Israel e o mundo judaico. É a nossa missão

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião

[Fechar]

Receba gratuitamente o melhor conteúdo do Coisas Judaicas no seu e-mail e fique sempre atualizado.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner