Rainha de Sabá: Uma viagem em busca do conhecimento



Ainda que a sua origem seja contestada, a Rainha de Sabá, também conhecida como Makeda, está no centro da mitologia etíope. O seu encontro com o rei de Israel, Salomão, há três mil anos atrás, foi lendário.

Nascimento: Acredita-se que tenha vivido há mais de três mil anos atrás.
Reconhecida por: Num enorme desejo de saciar a sua sede de conhecimento, esta rainha lendária fez uma visita ao sábio rei de Israel, Salomão, a Jerusalém. Relatos escritos do encontro sugerem que ela deu ao rei um filho.
Como sabemos da sua existência? O encontro entre o rei e a rainha, em Jerusalém, está documentado em vários textos, entre eles a Bíblia judaica, o Alcorão, onde a rainha é chamada "Bilqis", e um antigo documento etíope chamado "Kebre-Negast", onde ela é chamada "Makeda". 
O que é o Kebre Negast? É um livro de compilações que terá surgido no século XIV na Etiópia. Tem como base diferentes lendas, o Antigo e o Novo Testamento, fontes egípcias, árabes e etíopes. No Kebre Negast, encontramos o relato mais detalhado do encontro entre a Rainha de Sabá e o Rei Salomão. O documento dá conta que, tendo convencido Makeda da sua sabedoria, Salomão passou a noite com ela. Desta união, nasce o rei Menelik I, fundador da dinastia de Salomão na Etiópia, que continuaria a governar até à destituição do imperador Haile Selassie em 1974. 
Mas de onde veio a Rainha de Sabá? A origem da Rainha de Sabá continua a não ser consensual. Os etíopes afirmam que ela lhes pertence, assim como o povo do Iémen que entende que Sabá é uma referência ao importante reino árabe de Saba, localizado no atual Iémen. Os etíopes acreditam que o seu palácio tenha sido construído na cidade de Aksum, no norte da Etiópia, onde as ruínas ainda podem ser visitadas.
Königin von Sheba
Inspiração: Pessoas espalhadas um pouco por todo o mundo afeiçoaram-se a esta história. Por se tratar de uma história de amor, união e amizade, atrai muita atenção.





Da união do Rei Salomão com a Rainha de Sabá nasceu Menelik.

Esta é uma lenda que continua a cativar quem a escuta, ainda que já se tenham passado milhares de anos desde que aconteceu. Há cerca de três mil anos atrás, a lendária Rainha de Sabá fez uma visita ao rei de Israel, Salomão, em Jerusalém. Consigo levou vários presentes, entre eles, setecentos e noventa e sete camelos, especiarias, ouro e bens preciosos.​​ 
Share on Google Plus

About Coisas Judaicas

No Coisas Judaicas, fazemos de tudo para manter nossos amigos e visitantes bem informados. Todo mês, mais de 45 mil visitantes do mundo inteiro procuram nosso Blog para ler sobre:Judaísmo, Israel e o mundo judaico. É a nossa missão

0 Comentários:

Postar um comentário

Deixe sua opinião

[Fechar]

Receba gratuitamente o melhor conteúdo do Coisas Judaicas no seu e-mail e fique sempre atualizado.

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner