Universidade Hebraica de Jerusalém festeja 100 anos




Universidade_Hebraica_3Logo após o fim da Primeira Guerra Mundial, o Império Britânico concedeu permissão para criar uma Universidade Hebraica em Jerusalém. Em 24 de julho de 1918, Lord Edmund Allenby, Zeev Jabotinsky, Chaim Weizmann e James Rothschild, juntamente com outros 6.000 dignitários, tanto judeus e não judeus, em Israel e no exterior, se reuniram no Monte Scopus, em Jerusalém, para estabelecer as pedras fundamentais da Universidade Hebraica. 


Na ocasião, 12 pedras fundamentais foram colocadas por representantes das comunidades judaicas da então Palestina, simbolicamente referindo-se ao encontro das antigas doze tribos hebraicas. Mais duas pedras foram colocadas por membros das comunidades cristã e muçulmana. As celebrações dos 100 anos aconteceram no âmbito do encontro de Amigos da Universidade Hebraica em Jerusalém do mundo. 
Universidade_Hebraica_2
Durante essas reuniões anuais, a Universidade Hebraica “abre suas portas” e estudantes e pesquisadores que compartilham suas conquistas científicas e avanços acadêmicos em diferentes áreas. Há também uma cerimônia de formatura, a concessão de doutorados honorários e membros honorários para personalidades distintas, bem como prêmios e distinções de pesquisadores de destaque por sua inovação e excelência. Universidade_Hebraica_1

Saiba mais:  acesse

Postar um comentário

0 Comentários